Supernatural 10×02 — Reichenbach

É só um carro” — WINCHESTER, Dean.

Confesso que fiquei surpreso ao ver que a história desenvolveu e foi parcialmente resolvida em alguns aspectos, e que novos plots interessantes abriram a partir deste episódio. Não estava esperando resoluções. Estava esperando enrolação, enrolação e mais enrolação. Portanto, é com imensa alegria que anuncio: estou muito contente com o rumo que esta caminhando a Décima Temporada de Supernatural.

O episódio começa com uma cena que acontece em 2003, um garoto de 13 anos, (no caso Cole Trenton) encontrando seu pai morto, e aparentemente, o assassino da vez é Dean Winchester. Quem era esse tal Edward Trenton? Porque Dean o matou? Muitas dúvidas surgiram após essa cena. Mas enquanto não descobrimos a história por trás desse acontecimento, vamos trabalhar com as informações que adquirimos nesse emocionante episódio.

O menino Cole, cresceu cheio de amargura e ódio em seu coração e após ver Dean Winchester na cena do assassinato de seu pai, ficou fissurado em apenas uma coisa: vingança. Ele quer matar Dean a qualquer custo. Aprendeu a lutar, comprou todos os equipamentos e se preparou por anos pra enfrentar Dean. Na verdade, ele se preparou por anos para enfrentar um Dean humano, não estava nem um pouco preparado pra enfrentar o que o aguardava, um Dean demônio.

O Anjo Castiel continua com o seu plot nada animador e nada interessante, creio que não tem como tornar interessante com aquela Hannah chatinha do lado. Sem sua Graça e cada vez mais fraco ele tem (ao que parece) uma exaustão ao volante e adormece enquanto dirige na estrada, e quase provoca um acidente angelical. Nada empolgante ate então, mas créditos pra cena fofa de Castiel e a garotinha no sofá.

KhL1koU9_grl

Hannah faz uma visitinha a um velho amigo, Metatron, querendo saber onde esta o restinho da Graça de Castiel, ele, insaciável, propõe trocar sua liberdade pela Graça de Castiel e promete sumir de vez e ir pra um planeta distante… mas quem ele enganou com esse lero lero? Castiel (Ass-tiel, de acordo com Metatron) chega na hora da quase negociação, impedindo Hannah de prosseguir, e alegando que a vida é dele e as decisões são dele. Ou seja: senta la, Hannah. Nos acreditamos que Ass-tiel vai encontrar uma solução e já já vai ta saudável e novinho em folha.

Dean Winchester, homenzinho complexo, briguento e instável. Fazendo farra na boate de Strip-tease e batendo no segurança (ótima ideia de edição alternando entre Dean vs. Segurança e Cole vs. Sam). Dean aceita a proposta de ate-então-amigo Crowley e resolve matar a esposa de um humano infeliz que vendeu sua alma pra Crowley em troca do assassinato da sua querida traidora. O negocio de Crowley é conseguir almas e ele não tem limites, vai conseguir a todo custo. Dean, para saciar sua sede demoníaca, aceita e vai atras da esposa do cara. Ele só não esperava encontrar o sujeito na cena do futuro crime. Em uma conversa amistosa com o cliente (a cena mais engraçada depois da cena do Crowley vendo a foto dele e do Dean com chapéu de cowboy) o cliente faz um discurso machista sobre traição e como é cientifico e evolutivo que os homens pratiquem poligamia. Isso faz qualquer um sorrir quando Dean da um soco na cara dele. E então, o mata. O que nos faz questionar a consciência de Deanmon. Por que ele fez isso? Como diz Crowley nesse mesmo episodio, de que lado ele esta? Do lado humano ou demoníaco? Ele precisa escolher um lado? E aquele papo sobre misericórdia, um tanto quanto intrigante, né? Cole vai dar uma estudadinha agora sobre o demônios… quem sabe ele não volta com a Colt e mata o demônio dos olhos pretos.

No episodio de hoje vemos o confronto direto entre Sam e Dean, foi de partir o coração quando Dean ri de Sam no momento em que ele fala aquelas coisas sentimentais que sempre rola nessas 10 temporadas. Vimos também o doloroso termino de relacionamento de Dean e Crowley (que pode ter sido parte de um plano maior de Crowley). Um Metatron ambicioso. Vemos um Cole fissurado por respostas, vingança e pela morte de Dean. Vemos um Sam iludido ao querer o bem de Dean e burro ao entregar a primeira lamina pra Crowley. Um Castiel fraco, porém, coerente. Uma Hannah chata que quer ser submissa, de acordo com Metatron. Vemos enfim, um Dean que deixa o carro sujo e fala que “‘e só um carro”.

O que acharam do episódio? Quais são as expectativas pra essa temporada?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER