Supernatural 10×08–09 — Hibbing 911/ The Things We Left Behind

Eu estava convencido que eu estava no caminho certo. Agora eu percebi que não tem caminho certo. Apenas pessoas tentando fazer o seu melhor em um mundo onde o mais fácil é fazer o pior” — Castiel

O episódio “Hibbing 911” nos trouxe a participação de duas queridas personagens, Jody que estamos acostumados com as participações que são sempre especiais e Donna (acho ela super divertida) que só apareceu uma vez na temporada anterior, no episódio filler do montro que sugava gordura.

O episódio não acrescentou nada pra trama, foi um típico filler. Se extrairmos 2 frases que se complementam com o assunto principal dessa temporada é muito. Apesar de ser totalmente avulso e ter servido apenas como um quebra gelo pra dividir o episódio anterior (que foi cheio de coisas importantes) do próximo (que também foi cheio) foi episódio ok.

Começou com muita garra e impulso, porém foi perdendo ao longo do episódio. No fim a resolução foi rápida demais e previsível. Um episódio pra distrair e pra matar saudades de rostos familiares.

yUBuuTl-Q1Q

Apesar de parecer que Dean se esqueceu da marca ou ter ignorado pra não preocupar Sam, o episódio “The Things We Left Behind” já começa a todo gás com Dean sendo torturado pela marca. Dean se encontra coberto de sangue no meio de uma chacina, ele acorda desse pesadelo sedento e percebe que não está tão longe de se tornar realidade.

As cenas do episódio se intercalam entre Cass, Winchesters e Crowley, uma fórmula que deveriam usar sempre que possível. Sempre tinha algo pra desenrolar e se entreter. Diferente de “Girls, Girls, Girls”, esse episódio estava no ponto certo. Sem informações faltando, sem informações sobrando. O suficiente é o que precisamos e estamos clamando desde a 6a.

O problema do episódio, novamente, foi o timing, colocaram um plot que não deveria ser plot de mid-season. Vamos ficar sem Supernatural por umas boas semanas e último episódio foi dedicado a um plot que poderia ter sido encaixado antes. Não querendo pré julgar toda essa história de Claire e onde vai dar, mas não foi digna de roubar a atenção central do episódio.
Graças a Hannah, Castiel está atormentado com o pensamento de ter tomado a vida de Jimmy Novak, seu receptáculo. Inquieto e buscando fazer o melhor que ele pode, vai atrás de Claire, a filha de Jimmy. O que Cass não esperava é que ia dar de cara com uma delinquente juvenil rebelde e cliché. No meio de diálogos dramáticos e comoventes, vemos o quanto as pessoas a volta de Jimmy sofreram com a hospedagem de Castiel. Tentando ajudar e se aproximar, Cass tira Claire da casa de apoio aos menores e tenta se conectar com ela, o que não da muito certo. Ela foge e Cass liga pra Sam e Dean. (tentando entender o motivo)

Ver os Winchesters junto com Castiel é gratificante de várias maneiras e é a artimanha que usam pra cativar os telespectadores. O que nos leva ao momento em que Castiel vê que Dean esta aflito e incomodado com algo. Dean finalmente desabafa e diz que tem receios que volte a trilhar os mesmos caminhos que trilhou quando era demônio. A culpada é a marca de Caim. Ele pede pra que Castiel o mate antes que ele volte por esse caminho. Quero só ver onde isso vai dar.

No inferno, Rowena planeja um plano pra escapar, e utiliza uma nova prisioneira pra ajuda-la. Ela arquiteta um plano contra o braço direito de Crowley, Gerald (descanse em paz) Após manipular todos a seu favor, Rowena escapa e agora nos deixa perguntando o que vem a seguir. Ela vai governar o inferno ao lado de Fergus/Crowley? Ela vai tomar o lugar de seu filho? Ela vai achar o pai de Crowley que conheceu durante uma orgia no solícito de inverno? (melhor parte do episódio, ri horrores)

De volta a terra, temos um drama enorme envolvendo pessoas ligadas a Claire, é tanto personagem e história aleatória que não vou nem listar. Sam, Dean e Castiel vão impedir Claire de entrar em apuros e por fim, todos os capangas acabam mortinhos. E quem os mata? Dean, que a sangue frio fez uma bagunça. Gente morta pra todo lado, sangue sujando tudo, finalmente o pesadelo se tornou realidade.

Sam, Castiel e Claire abrem a porta e vêem a situação toda e ficam de cara, espantados, abismados. Dean fica meio fora de si por um tempo e Sam tendo um troço pergunta se foi realmente necessário fazer isso tudo de forma tão brutal. E assim, um close com Dean olhando pra câmera e a marca de Caim coçando, acaba o episódio. E todo mundo fica olhando pra tela.

No próximo episódio, que vai ao ar dia 20 de janeiro “The Hunter Games”, vemos que terão algumas aparições de personagens que conhecemos, amamos e odiamos:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER