Supernatural 10×23 — Brother’s Keeper (Season Finale)

Com um Season Finale totalmente diferente do esperado, Supernatural encerra uma história e dá inicio a outra.

Você nunca vai me ouvir falar que você não é um bom homem.” — WINCHESTER, Sam

Já se passaram quase dez anos, desde que Supernatural começou a ser exibida nos EUA. Durante este longo tempo, a série se caracterizou por sempre nos apresentar finais de temporada de tirar o fôlego, às vezes, até salvando temporadas medianas. Brother’s Keeper não fugiu da regra, pois teve emoção, ação e um cliffhanger excelente para a próxima temporada. Mesmo assim, esse episódio deixou uma sensação estranha, pois mesmo sendo um episódio excelente, não foi épico — característica marcantes das finales de Supernatural.

Os minutos inicias do episódio, serviram para contextualizar a situação dos irmãos. Enquanto de um lado, temos um Dean cedendo à força da Marca de Caim, do outro vemos um Sam obstinado a salvar o seu irmão, não importando as consequências. Já vimos esse filme muitas vezes na série, onde o amor fraternal deles, os fazem agir de formas não usuais ou até mesmo, os fazem agir da forma errada.

As coisas começaram a se desenvolver quando Dean chama a Morte e pede a ela, que o mate. Mas Dean Winchester, não imaginava, assim como nós, que a Morte não iria matá-lo de jeito nenhum. Neste ponto, começamos a ter um vislumbre do enredo da próxima temporada. Vocês se lembram da primeira aparição da Morte, no episódio Two Minutes to Midnight (5×21) onde ela revela que ela está há muito tempo na Terra?! Agora, esta informação volta ao jogo, pois Dean não aceita a recusa da Morte facilmente e ela revela o porquê de não matar Dean.

spn 10x23

A Marca de Caim, na verdade não era apenas uma maldição, mas sim uma prisão. Uma prisão feita para guardar a Escuridão, que morava na Terra antes da Guerra entre Deus,os arcanjos e ela, contrariando o fato de que a Terra teria sido criada do nada. Como a força da Escuridão seria muito grande, ela corrompia os homens que possuíam a Marca — que era a chave desta prisão, corrompendo assim, Lúcifer, Caim e Dean.

Esta história contado ao Dean, é muito interessante, pois atribui à culpa de tudo a essa tal Escuridão. Todo os problemas com Lúcifer, Caim e todas as consequências das atitudes destes dois, seriam pelo fato deles serem corrompidos pela Marca. Ponto gigante para a mitologia de Supernatural.

Depois de muita conversa, Dean decide dar um fim à tudo aquilo, saindo da Terra e indo há algum lugar onde ele não possa machucar ninguém. Mas, tem um porém! O único jeito de ele ter certeza de que ninguém resgatará ele, é matando o seu irmão. A cena dos dois foi emocionante e os diálogos que eles tiverem sobre serem os heróis ou vilões, retificou toda a temática da temporada inteira, pois mais do que nunca essa foi a temporada sobre Sam e, principalmente, Dean.

Mas Dean nunca mataria seu irmão e o que acaba acontecendo é que ele usa a foice da Morte para matá-la. Neste meio tempo, Rowena consegue fazer o feitiço e finalmente a Marca de Caim é removida do braço de Dean. Porém, como nada na vida dos irmãos é fácil assim, a consequência da retirada de Marca do Dean é a libertação da Escuridão na Terra. Os efeitos especiais da cena final foram excelentes, e a curiosidade sobre como a Escuridão será representada na décima primeira temporada é muito grande, pois ao mesmo tempo em que podemos ter um plot como os dos leviatãs, que foi fraco, podemos ter um plot muito bom parecido com o Apocalipse.

Resumindo, podemos dizer que Brother’s Keeper foi um final coerente com toda a temporada. Ao invés de lutarem contra um grande mal, eles lutaram contra quem eles são. Ainda podemos dizer também que essa temporada foi uma reflexão de quem são os Winchester, heróis ou vilões, bons ou maus. Na verdade, eles são como todos nós, pois eles nem sempre tomam a melhor decisão e nem sempre fazem apenas o bem. Mas eles tentam. E em um mundo, onde cada vez os princípios estão mais distorcidos e os bom gestos estão mais raros, isto é o que importa!

Obs: Não comentei muito sobre o enredo de Rowena, Crowley e Castiel pois o que realmente importava neste episódio era o enredo dos irmãos e a morte. Mas, confesso que achei forçado o final quando Rowena controla o Castiel. E afinal, Cas irá matar Crowley ou foi só jogo de cena? Bem, só saberemos em outubro.

Para resumir um pouco a decima temporada:

Melhor episódio: The Executioner’s Song (10×14)

Pior episódio: Paper Moon (10×04)

Melhor escritor: Andrew Dabb

Melhor diretor: Phil Sgriccia

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER