Supernatural 8×05 — Blood Brothers

– Você se acha melhor do que eu? — Andrea
– Não, eu acho que todos nós estamos condenados.” — Benny

Depois de duas semanas caçando como antes, Sam e Dean voltaram a se envolver com a trama central da temporada. Mas sem Crowley nem Kevin. A bola da vez foi o enigmático Benny, introduzido na premiere — na fuga de Dean do Purgatório — que teve um episódio dedicado quase que exclusivamente a ele.

Ficamos conhecendo sua história como vampiro, o lado íntimo do personagem, e de quebra mais flashbacks bem empolgantes do Purgatório, ao lado de Castiel. Ou seja, teve tudo que precisava! Aliás, faz tempo que não vejo uma sequência de episódios tão bem elaborada quanto esta. Parabéns, roteiristas!

Benny, apelido de Benjamim, era um “vampirata” — numa das melhores sacadas de Dean — que abandonou o grupo de pilhagem em alto mar depois de ter se apaixonado. Isso provocou a ira do líder vampiro, que matou Benny e o mandou direto para o Purgatório. De volta ao mundo dos vivos, Benny quer se vingar e pede a ajuda de Dean para atacar o bando.

Deixando Sam de lado, a princípio, Dean logo vai ao encontro de Benny. Nisso temos a volta dos flashbacks de Sam com Amelia. Mais um salve para o roteiro, que não só nos revelou como o casal se conheceu, como já aprofundou bastante o caráter da nova paixão de Sam. Espero que essa pegada continue, e que Amelia apareça logo! Será que eles se separaram, ou Sam a abandonou como Dean fez com Lisa?

Voltando para Benny e os vampiratas, tivemos boas sequências de ação. De cara, descobrimos que Andrea, a amada de Benny, foi “vampirizada” e passou a fazer parte do bando. Mesmo assim, aparentemente ela ainda gostava de Benny, e queria matar o líder para assumir o comando.

Nessa parte, tivemos o único anticlímax do episódio. Que molecão era aquele pra ser o temido líder do bando? Tava mais pra Edward Cullen do que para vampirão chefe! A intenção provavelmente foi essa, em pleno auge da série “Crepúsculo”…

Enfim, Benny acertou suas contas, e Dean terminou a caçada apunhalando Andrea que, segundo o próprio Benny, “era uma monstra” agora. Esta é a segunda vez que Dean mata uma monstra que tem algum sentimento. Lembra daquela amiga de Sam na temporada passada?

Monstros com sentimentos e reflexões existenciais. Sim, isso existe em Supernatural! Não só existe, como deve ganhar mais espaço daqui pra frente. A união de Benny com os Winchesters no final é um sinal disso.

Quem disse que um vampiro não pode ser bom? Ou, pelo menos, viver sem matar humanos para sobreviver? O próprio Dean tem matado muitos humanos inocentes, quando estão possuídos por demônios, para impedir que estes fujam. É de se pensar…

O que achou de Blood Brothers? Sam vai aceitar a parceria com Benny? Amelia vai aparecer de novo? Deixe seu comentário! Até a próxima…

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER