Supernatural 9×09 — Holy Terror

Cas está de volta na cidade!”. Castiel

“Sério? Você disse… Ele disse mesmo isso?”. Dean

Não só Castiel está de volta, como a temporada retornou ao que nós queríamos! Isso que eu chamo de voltar aos trilhos com maestria, sem enrolação, e dando uma guinada na trama principal de Supernatural — que, aliás, está ótima!

Anjos, anjos e mais anjos. Em Holy Terror, tivemos um panorama completo e detalhado sobre a situação dos seres divinos após a Queda. Divididos em facções, sem rumo, e a maioria com sede de vingança, os anjos se agruparam em duas “filiações” que estão tocando o terror: a primeira, de Bartholomew, já havia sido apresentada há alguns episódios; a segunda, de Malachi (Malaquias), foi a introdução sangrenta da vez.

O episódio já começou de uma maneira bizarra: em uma operação macabra de revanchismo, um grupo de jovens moças cristãs invade um bar de motoqueiros born to be wild, e mata geral! Pela caracterização, já pudemos ter uma ideia que aqueles receptáculos vieram da igreja do reverendo Buddy Boyle, que trabalha com Bartholomew.

9x09 - Holy Terror

Na sequência, os Winchester e Castiel, separadamente, começam a investigar o caso, se encontram na cena do crime, e protagonizam as melhores cenas do episódio. Quer dizer, as cenas de alívio cômico, já que não faltou cena boa em Holy Terror!

Angustiado com a operação, Ezekiel chama atenção de Dean sobre o caso e, pouco depois, ficamos sabendo que o verdadeiro anjo Ezekiel morreu na Queda: quem assumiu o corpo de Sam, na verdade, é o anjo-prisioneiro e renegado Gadreel.

Plano B: reconstruir o Paraíso como Deus o planejou, só que com alguns ajustes. Sem funcionários anêmicos como Bartholomew. E sem anjos estúpidos! Talvez só alguns anjos divertidos”. Metatron

Metatron está de volta! E com sangue nos zóio! Solitário no Paraíso, o arcanjo agora quer reconstruir o local e se tornar o novo deus. Resta saber se Gadreel vai continuar mesmo do seu lado, ou se pode virar a casaca mais pra frente…

Uma crítica negativa: por que Supernatural tem a necessidade de introduzir novos personagens que serão mortos dali a alguns minutos? Qual a relevância da anja Muriel, por exemplo? Assim como a ceifeira April, ela só serviu pra “encher linguiça” e fazer uma presença feminina na série (que não por acaso é acusada de ser misógina). Tem que melhorar essa relevância, Jeremy Carver!

Por fim, Dean finalmente confrontou Ezekiel/Gadreel, mas o resultado foi o pior possível: o anjo tomou posse de Sam e ainda matou Kevin, à mando de Metatron. Tá certo que o profeta estava meio apagado e sem função ultimamente, mas depois de tudo que passaram juntos, foi uma morte estúpida. #RIP Kevin Tran

Resta agora esperar para ver se a aliança com Crowley, no próximo episódio, vai conseguir salvar Sam da possessão de Gadreel. Fique com o promo e até lá!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER