Survivor: Cambodia 31×05 — A snake in the grass

Em A snake in the grass, vimos uma tribo ser dividida.

Ela é uma cobra.” — BAYON, Metade da tribo.

Finalmente as águas do Camboja resolveram tirar a maré de azar que assolava a praia da tribo Angkor, e que também seguia a vida de Abi-Maria-Cheia-de-Graça e Woo desde o início do jogo. Com isso, Survivor: Cambodia passa a ter novos protagonistas nesse episódio. Bom, essa era a ideia, mas não foi bem o que aconteceu.

Adivinha quem tinha que dar o ar da graça e do chilique nesse episódio? Sim, Abi-Maria. Se ela não comentasse algo, não seria Survivor. Além dos comentários sobre o conselho tribal da semana passada, ela fez questão de mostrar que ainda estava insatisfeita com Woo, implicando com as coisas que ele comentava. Sério migs, para que tá feio. E já tá na hora de mudar a frase se você me trair, eu te mato. Tá ultrapassado, gata. Beijos de luz pra iluminar seu caminho.

Mas vamos voltar a atenção para quem escreveu o quinto capítulo dessa saga. Já ficou claro que a Angkor se deu bem nos dois desafios, não é mesmo? E, por coincidência ou não, a tribo Bay(g)on se deu mal em ambos os desafios. Mas a edição já demonstrava que as coisas ficariam focadas por lá.

Depois da última troca de tribos, os dez Bayons unidos foram separados e apenas quatro deles permaneceram juntos, se juntando a Wiglesworth e Spencer, vindos da Ta Keo. Sendo assim, qual é a lógica do sistema? Eliminar a minoria e manter a maioria unida, firme e forte. E era o que estava acontecendo, se não fosse por um pequeno deslize de Monica.

kimmimonica

Monica resolveu ir contra a decisão que já havia sido tomada, que era eliminar Wiglesworth, simplesmente porque a união feminina poderia lhe ajudar no jogo. Alô-ô, que edição é essa? Micronésia? Volta pro presente, gata. O segundo erro dela foi ter comentado isso com Kimmi, a única mulher que estava na sua antiga tribo. O único problema é que Kimmi não aguentava mais sua parceira de tribo e aproveitou a situação para pedir a sua cabeça.

Ela não está jogando pela tribo. Ela está jogando por ela mesma.” — KIMMI, Revoltadíssima.

Mesmo com trocas de olhares bem evidentes durante o conselho, Jeff não mencionou nada que não deixasse claro que Wiglesworth ou Spencer sairiam do jogo. Isso foi bom, pois rendeu um blindside inesperado para metade dos que estavam presentes naquele recinto.

Um ponto bastante explorado naquele conselho foi que a confiança poderia ser o motivo pra te deixar jogar mais 3 dias. Só que nesse caso, a falta de confiança somada ao abuso da convivência garantiram a eliminação de Monica. Moral da história: você pode até ter uma aliança, mas tem que tomar cuidado ao tentar mudar o jogo. Ficadica, Abi.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER