TB 3×02 — Beautifully Broken

Vai um ‘blood gelatto’ aí?

Depois da maravilhosa cozinha de Maryann e o delicioso suflê de coração, eis que chega o momento de Bill provar novas especialidades, preparadas com muito esmero pela cozinha do rei vampiro, Russell. Sua “esposa” é toda atenção aos detalhes de decoração e por isso, o jantar inclui espumante de sangue cítrico (Importante notar que o produto é 0% violência e o humano doador se alimentou apenas de tangerinas por duas semanas), sopa de sangue fresco tailandês com pétalas de rosa e o apetitoso sorvete de sangue, ou blood gelatto, que é muito mais chique de dizer.

Tudo isso pode parecer bobagem, mas são essas pequenas coisinhas no roteiro que deixam True Blood ainda mais interessante e porque não dizer, engraçada? Ri tanto com esse cardápio que resolvi citá-lo logo no começo. Porém, não pude deixar de lado o fato de que, em breve, teremos um lindo derramamento de sangue, numa guerra territorial entre vampiros, onde os lobisomens terão um papel fundamental. Bill só precisa escolher de que lado irá ficar, embora ele esteja sem muitas possibilidades no momento. Aliás, Bill acuado taca fogo em sua criadora. Cena linda demais, assim, como vê-lo destroçar os lobisomens na estrada, poupando apenas Coot, que pelo corpitcho, merece mesmo ficar inteiro.

Enquanto Bill aproveita a vida de gravata borboleta, Sookie fica na mira de mais lobisomens. Simplesmente começaram a aparecer dezenas deles na história e por isso, acho todas as perguntas de Jason pra lá de pertinentes: Pé Grande? Papai Noel? É só o que está faltando mesmo. O lance de Sookie e Eric fica cada vez mais tenso. Fico me policiando para não focar apenas na minha obsessão por Eric, mas parece inevitável. Ele consegue colocar uma intensidade tão grande naqueles olhares que só sendo muito fiel ao Bill mesmo para resistir. Agora então, que ele está todo protetor, pior ainda. Melhor mudar de assunto.

A relação entre Andy e Jason está engraçadíssima e desconfio que o pequeno irmão de Sookie se tornará policial em breve. Outra amizade, dessa vez mais canina, está rolando entre Sam e seu irmãozinho Pitt Bull, Tommy. Não é lindo vê-los correndo por aí, juntinhos?

Tara muito chata, muito bêbada e muito suicida por meu gosto, mas se salvou pelo final ‘saco de pancadas’ com seu novo amigo vampiro, Franklin. E meu casal favorito, Jessica e Hoytt (poderia ser Bill e Sam também), nada de ficar junto. Aliás, onde foi parar o defunto que Jessica estava guardando com tanto carinho? E porque será que Bill foi morar em Bom Temps? O que parece, pode não ser e estou certa, tem muito mais nessa história do que todos nós somos capazes de imaginar.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!