The 100 2×13 — Resurrection

Depois de tudo que fizemos, nós merecemos sobreviver?” — GRIFFIN, Abby

Os dois lados da luta são retratados nesse episódio, e, ironicamente, ambos foram vividos por pessoas do mesmo grupo. Enquanto o pessoal de Tondc recolhia seus feridos, os 45 dentro de Mount Weather estavam literalmente com a faca na mão para atacar seus adversários. The 100 consegue balancear muito bem seu roteiro, colocando um grupo pra agir de cada vez e não deixando cair a peteca que tem sido o ritmo aceleradíssimo de todos os episódios exibidos até o momento.

Como já esperava, Clarke teve uma crise de consciência pela sua decisão de não evacuar Tondc, mas conseguimos entender um pouco melhor a origem dessa motivação quando Kane explica muito claramente para Abby que essas ações na verdade foram ensinadas pela Arca, que nunca mediu esforços — ou pessoas — para garantir a sobrevivência da maioria. O que Clarke fez não foi diferente de muitas atitudes tomadas por eles, incluindo a decisão de mandar 100 adolescentes para o que poderia ter sido sua morte.

Enquanto isso, Jasper e Monty conseguem reunir todos para defender o dormitório e não permitir que mais pessoas fossem levadas — e sim, parece que alguém lá ainda sabe como retirar a medula óssea, porque a médica nem fez falta — e para isso não hesitaram em matar geral a sangue frio mesmo. O que me leva à citação de hoje, pois, cada um à sua maneira, todos estão fazendo o possível para sobreviver, e na maior parte do tempo não pensam duas vezes antes de agir. A última fala de Abby para Clarke foi muito apropriada nesse sentido:

Não se esqueça que somos os caras bons” — GRIFFIN, Abby

abby-the100

Mesmo considerando-se os “bons”, suas medidas não tem sido diferentes dos “homens da montanha”, ou até mesmo dos grounders antes do estabelecimento da paz, por isso é importante lembrar que eles não podem fazer tudo a qualquer custo. Ou pelo menos não deveriam.

Ainda em Mount Weather, finalmente descobrimos a motivação de Maya para ajudar os 45, afinal, o Jasper pode ser legal e tudo, mas ali não rolou faísca suficiente para justificar tanta devoção, não é mesmo? E não só sua mãe era contra o uso do sangue de grounders para o tratamento, como muitas outras pessoas também o são, e estão dispostas a lutar contra o Presidente Cage para que eles possam viver. Achei justo, bom notar que sobrou humanidade no povo da montanha também.

Devo confessar que Jasper mencionando Finn me deu um apertozinho no coração, me esqueci completamente de que os 45 não fazem a menor ideia do que está acontecendo do lado de fora.

Octavia começa a conseguir relevância entre os grounders; ela consegue liderar pelo menos alguns quando Indra é ferida, mas ainda tem um longo caminho pela frente. Clarke dizendo para o gostoso, macho Lincoln “Você é meu povo” foi um dos pontos altos do episódio. Depois desse massacre, todos parecem mais unidos e dispostos a lutar juntos contra Mount Weather, e o episódio termina com Lexa e cia marchando para a montanha. Será que finalmente teremos a luta mais esperada da temporada?

A promo do próximo episódio, Bodyguard of Lies, começa bem irônica, com uma música alegre que diz “dias ensolarados estão vindo”, enquanto Raven e seu amigo engenheiro Wick falam sobre a névoa que derrete as pessoas; e Cage dá a ordem para liberá-la. Sabemos que esse é o maior medo de Clarke e Lexa, e o principal motivo para Bellamy ter entrado em Mount Weather; e pela conversa entre as duas, parece que mais mortes vem por aí. Contamos com o seu plano, Clarke!

PS 1: Jaha e o pessoal em busca da “Cidade da Luz” não deram as caras nesse episódio; os roteiristas devem estar esperando o plot da montanha dar uma esfriada para focarem neles novamente.

PS 2: Vale um destaque para a música do final, Couldn’t Stop Caring — The Spiritual Machines, bem na vibe dark do episódio. Aliás, se você curte as músicas de The 100, fique de olho na coluna Trilha Sonora que a série tá sempre aparecendo por ali.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER