The Blacklist 2×03 — №89: Dr James Covington

Você não tem ideia do que está perdendo. Experimente um pouco da [raspadinha] de toranja. Está como você hoje, meio azeda.” — REDDINGTON, Raymond

E não é só Elizabeth que anda meio azeda. Depois de assistir a esse episódio está difícil manter o bom humor e a esperança de que The Blacklist vai chegar em algum lugar realmente interessante.

Se os dois primeiros episódios dessa segunda temporada acenderam uma faísca de esperança, esta foi apagada após Dr James Covington. Com uma história totalmente dispensável, os momentos que conseguiram ser minimamente relevantes poderiam ser resumidos em poucos minutos e alguns diálogos.

A história do blacklister da semana não contribuiu em nada para a trama (e mesmo se considerarmos que o tal ministro dos transportes da Indonésia morreu do coração porque Dr James Covington foi preso e não realizou o transplante, ainda assim foi pouco). Foram quase 42 minutos desperdiçados e muito mal utilizados. Assim fica complicado achar que The Blacklist vai conseguir se diferenciar de uma série policial como já há muitas por aí.

the blacklist 2x03

O que podemos tirar de relevante do episódio é a paranoia de Elizabeth, que está saindo do controle e pode acabar prejudicando-a. Uma pena que a aparição de Tom tenha sido apenas em sonho, pois talvez a sua volta ajude a movimentar um pouco as coisas. E pena também que a atriz não consegue ir além em sua interpretação sem parecer tudo forçado demais.

Outro traço da personalidade de Lizzy que foi abordado nesse episódio é o crescimento de sua frieza e desleixo com as regras. Perceberam como ela está cada vez mais parecida com Red?

Em vez de ficar apenas dando indícios, eles podiam investir de verdade no estado emocional de Elizabeth e sua relação com Ressler — que parece que vai avançar, mas não avança. The Blacklist precisa urgentemente aprofundar seus personagens ou tudo vai continuar vazio, superficial e dispensável demais.

Mesmo Red teve sua participação nesse episódio com pouquíssimo destaque, e só serviu para mostrar que ele continua atento aos seus negócios, mesmo parecendo meio perdido na busca por Berlin. Nem mesmo suas ótimas tiradas, como a destacada no início do texto, serviram para dar algum ânimo.

O que se pode perceber é que The Blacklist está criando mais perguntas antes de dar respostas que já deveriam ter sido dadas assim que a segunda temporada começou. Esse foi o 25º episódio e até agora não sabemos o real envolvimento de Red com o passado de Elizabeth. Não está na hora de sabermos isso? Do jeito que terminou a season finale — mostrando as queimaduras de Red, o que o coloca no incêndio na casa de Lizzy quando ela era criança — eu esperava que essa seria a prioridade da temporada.

Mas, em vez de aprofundar a relação dos dois — que foi um dos pontos altos da primeira temporada -, a série apenas introduz mais enigmas, como a presença da agenda da Mossad, da (ex)mulher de Red e agora do tal vizinho. Não está na hora de começar a juntar as pontas soltas?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER