The Blacklist 3×01 — The Troll Farmer

The Blacklist apresenta um bom cliffhanger em sua volta

Keen, eu sei que você está aí embaixo. Olhe, há duas maneiras em que isso pode acabar. Você sobe com as mãos ao alto ou nós descemos de armas em punho. A decisão é sua.” — RESSLER, Donald

The Blacklist entregou o que seus produtores haviam prometido, neste primeiro episódio da terceira temporada. Foi diferente, mas não muito. Tudo o que aprendemos a gostar na série estava lá, mas a dinâmica agora é outra. Liz e Red estão fugindo juntos e cabe à antiga Força Tarefa caçá-los e prendê-los.

Retomar a história exatamente no ponto em que ela terminou na segunda temporada foi um acerto. Apesar de a música nos minutos iniciais ter me incomodado profundamente, por me te tirar um pouco do clima de “hey, eles precisam fugir, mas o FBI tá fechando o cerco em todos os lugares, omg e agora?”, não podemos dizer que faltou suspense e ação no episódio. No final eu já estava completamente tensa com tudo o que estava acontecendo.

É claro que Red iria acionar a sua grande network de blacklisters para providenciar a fuga. Depois de o esconderijo no subsolo do bar ser estragado pela irmã intrometida do cara lá, Red e Liz tiveram que adiantar os planos com o Troll Farmer. Interessante a ideia de usar as redes sociais para criar uma desinformação geral. Mas talvez a pressão de fazer tudo correndo e a pouca idade do Troll tenham tido suas consequências. Criar aparições fakes apenas na parte sul para desviar a atenção deixou tudo muito na cara. Ressler pode ser um idiota, mas não é tapado, né? Outros poderiam se deixar enganar, mas o convívio dele com Keen e Reddington logo o fez sacar que aquilo era uma artimanha para despistá-lo. E assim, ao negociar com Red, a Força Tarefa consegue prender mais um blacklister.

The Blacklist 3x01 – The Troll Farmer

Falando em Ressler, deu pra ver que ele vai ser um grande empecilho na vida de Liz. Se sentindo traído, ele está agressivo e violento. Apesar de ter garantido para inúmeras pessoas que vai dar o benefício da dúvida para Elizabeth por conhecê-la, ele também vai fazer de tudo dentro da lei para pegá-la. Ao contrário de Aram, que acredita na inocência da agente Keen, Ressler parece ter seus momentos de hesitação. Será uma pena se transformarem o personagem, que construiu uma cumplicidade e quase foi uma alternativa romântica para nossa protagonista, em um antagonista detestável. Mas vai ser interessante ver como ele vai agir como o responsável pela investigação (vale lembrar que, só nesse episódio, ele já deixou ela escapar duas vezes bem debaixo do nariz dele) e como vai ficar a relação dele com o restante da equipe, que demonstrou não confiar/gostar dele.

Nos lados do Cabal, descobrimos que o líder obscuro-misterioso-maligno é na verdade o diretor da CIA para Serviços Nacionais Clandestinos, mas o grupo secreto não está mais feliz com ele, depois da exposição na imprensa do conteúdo do Fulcrum. Tanto que mandam o novo vilão obscuro-misterioso-ainda-mais-maligno do pedaço, o Mr. Solomon, para dar uma enquadrada nele. Mr. Solomon me dá medo. Não basta aquela cara de “sou um psicopata frio e calculista”, ele ainda sequestra uma bebê e injeta uma droga nela, que a matará dolorosamente em três semanas. E, para piorar a situação, descobrimos que a bebê é ninguém menos do que a neta do Dembe!!! Não sabia se ficava desesperada com a situação ou feliz por Dembe ter seu próprio arco, agora que é um regular na série. Coitado dele, terminou o episódio em maus lençóis.

Deixei para falar do cliffhanger por último porque eu realmente não esperava por ele e fiquei bem animada com as possibilidades que ele traz. Para quem passou o episódio todo insatisfeita com a ideia de que todo mundo ia acreditar que ela era uma terrorista a mando da Rússia, a decisão de se assumir Masha Rostova para ganhar imunidade foi surpreendente. E é mais uma situação nova, já que agora Liz está realmente por conta própria, sem Red, Força Tarefa, Tom Keen nem ninguém para ajudá-la. Será que a desenvoltura herdada da mãe espiã vai ser suficiente para livrá-la?

Outros pontos:

– Momentos de alívio cômico em meio a toda tensão: Liz meio entediada no esconderijo imaginando uma semana inteira ouvindo as histórias de Red (como assim, Liz???) e Red flertando enquanto prende a empregada latina que chegou no apartamento em que eles estavam escondidos.

– Liz loira! Eu gostei! A reação do Red ao vê-la foi ótima. Eu sei que foi porque o fez se lembrar da mãe dela, mas agora que já foi estabelecido que ele não é o pai da agente Keen, espero que não me inventem de criar um interesse amoroso entre os dois. Seria estranho demais!

– O que foi aquela dublê esquisitona deslumbrada com o status de fugitiva da Liz?

– Dembe não é meio novo para já ser avô? Jurava que ele tinha uns 30–35 anos e aquela filha já parece ter mais de 20.

E vocês, o que acharam? O que teve de melhor/pior nesse retorno?

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER