The Flash 1×10 — Revenge of the Rougues

Logo após a introdução do Flash Reverso, somos presenteados com mais um episódio sólido da série.

Não deveriam confiar em nós. O que aconteceu há um ano foi nossa culpa. E não podemos mudar o passado, por mais que quiséssemos. Mas o amanhã é uma história diferente. Apenas queremos uma chance de melhorar as coisas.” RAMON, Cisco

Logo após a introdução do Flash Reverso, somos presenteados com mais um episódio sólido da série. Temos o retorno do capitão frio, dessa vez acompanhado de seu parceiro Onda Térmica (Heatwave), Caitilin chegando mais próxima de pistas sobre o paradeiro de Ronnie, Eddie salvando a pele do velocista e meio que aceitando que ele não é tão vilão como pensava e o sempre perfeito Dr. Wells focado no seu plano de aumentar a velocidade do Flash.

Com “Revenge of the Rogues”, começamos a ver que a maior equipe de vilões de The Flash começa a ser montada. Capitão Frio, mesmo sendo humano e sem super poderes, tem uma inteligência capaz de surpreender até o Dr. Wells. A velocidade como a série vem sendo desenvolvida é digna do nome Flash e com isso os produtores diferem de outras séries do gênero como Arrow, por exemplo, que vez ou outra nos enche de episódios que não interferem em nada na história.

Junto com Mick, Snart elabora um plano maior que apenas roubos. Ele pretende tirar o Flash do caminho para poder dominar Central City e cada vez que seu plano é frustrado sempre há um plano B. Se antes o raio era apenas um rumor que pairava sobre a cidade, com o plano de Snart ele agora está exposto. Todos vão saber que ele existe e é claro que isso atrairá todo tipo de gente para a cidade. Muito bom ver como o capitão frio está sendo trabalhado. Já fico pensando na reunião dos vilões no futuro da série.

The Flash 1x10

The Flash tem a pitada de humor que Arrow não permite e mesmo assim os produtores conseguem trazer os personagens dos quadrinhos para a televisão de forma que não deixa o episódio chato. Cisco está sempre focado em achar nomes para os vilões e é sempre divertido ver a mente dele trabalhando.

Caitilin chega perto de pistas sobre o Firestorm e confesso que estou bem ansioso para a chegada dele na série e como vão desenvolver a história. Iris finalmente foi morar com o detetive Eddie e assumo aqui que não sentirei muita falta dela caso diminua sua aparição na série. Iris está para Barry como Laurel está para Oliver Queen, cada vez mais nada a ver. Mais alguém acha isso?

O episódio em si, apesar de ter sido simples, foi muito bom com a introdução da galeria dos vilões, a primeira aparição pública do Flash e principalmente por mostrar um Barry Allen tendo que lidar com as consequências de suas escolhas.

Curiosidades:

  • Alguém observou a cena que os milionários chegam com o quadro e o motorista diz que o filho deles ligou? Pois bem eles são os pais do Flautista que irá aparecer no episódio 1×11 -The Sound and the Fury.
  • A irmã do Snart, Lisa Snart, que é mencionada nas cenas pós-créditos é a Patinadora Dourada nos quadrinhos.

Espero que tenham gostado do episódio. Fiquem com o trailer do próximo e até semana que vem.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER