The Flash 2×12 — Fast Lane

Personagens importantes crescem enquanto uma possível solução para a principal narrativa da temporada é encontrada em Fast Lane.

Fast Lane foi um capítulo para desenvolvimento de personagens. Zoom apareceu pouco, porém o tempo do vilão em tela deixou claro que o Barry precisa treinar muito para conseguir capturar o diabo velocista.

Ao longo do capítulo, vimos um Barry que acredita que sua função como herói é ajudar a quem precisa, independente de quem seja. Sua narrativa ao longo do episódio lembrou a saga do personagem em Os Novos 52, no qual ele precisa salvar um velho amigo que possui ideais diferentes das dele. Seu relacionamento com Harrison Wells passou por momentos de turbulência que ajudaram o velocista a perceber o porquê ele veste a roupa vermelha e sai correndo por Central City todo dia.

Poço de Piche foi o vilão da semana. Ele é um meta-humano que tem a capacidade de transformar em asfalto líquido. Sua inserção não acrescentou em nada para a principal narrativa da temporada: a busca por Zoom. Além disso, sua motivação por vingança é a mesma de muitos outros: ter aquele acerto de contas com alguém que lhe fez mal no passado. Nada de novo. Vale ressaltar que nos quadrinhos o meta-humano tem um breve momento de interação com Iris na prisão Iron Heights. Falando nela…

… A filha de Joe, finalmente, teve uma narrativa semelhante a sua trajetória e personalidade nos quadrinhos. É muito bom ver que os roteiristas deram um espaço maior para uma pessoa tem uma importância muito grande na vida e no crescimento de Barry como herói. Além disso, a jovem jornalista é corajosa e inteligente e já mostrou que pode colaborar nas missões do velocista escarlate. Que venham mais momentos como estes.

O núcleo que envolve Joe, Iris e Wally não apresentou nenhuma novidade. Desde o anúncio da inserção do Kid Flash na série todos estão esperando vê-lo em prática, correndo junto com Barry e até mesmo, com Jay Garrick. Entretanto, sua história até o momento é muito clichê e em nada acrescentou para o desenvolvimento do personagem.

Harrison Weels foi o maior destaque. Sua ambiguidade e culpa pelos seus atos foram interpretados de maneira excelente pelo ator Tom Canavagh, que já demostrou ser um nerd e fã do personagem Flash Reverso, seu alter-ego na temporada anterior. O conflito envolvendo ele e Barry foi interessante para que Barry lembrasse novamente do seu lado investigativo e também, para dar um passo adiante na busca pelas 52 pontes espalhadas por Central City.

Os efeitos especiais deste episódio foram bem inferiores em comparação aos outros já veiculados ao longo da temporada. Principalmente, os que foram utilizados na primeira cena de ação do vilão da semana. Já o uso das tecnologias móveis nas missões do time Flash foi uma excelente maneira de mostrar como a produção está alinhada com as tendências tecnológicas dos dias de hoje e ainda, a aproxima do público, que cada vez está mais conectado.

Fast Lane teve bons momentos de humor envolvendo Barry, Caitlin e Cisco. Foram cenas necessárias para mostrar aquele Flash engraçado e esperto que os fãs conhecem dos quadrinhos e as personalidades desses personagens que, a partir da próxima semana, embarcarão em uma viagem a Terra 2. Preparados?

E você, o que achou do episódio? Deixe sua opinião nos comentários, não se esqueça de avaliar Fast Lane. E dá uma olhada no que vem por aqui:

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER