The Following 1×10 — Guilt

Você foi um agente famoso, mas se publicar isto, você será aquele agente… O agente de Joe Carroll, para sempre”. — Tyson.

É formidável presenciar The Following quando ela consegue atingir um nível satisfatório na exigência do espectador. E, com esse episódio, a série voltou a estar em uma boa fase. Ainda que alguns clichês tenham incomodado, nada atrapalhou a construção do suspense que tão bem funcionou em “Guilt”.

Antes do prato principal, vamos falar dos aperitivos.

Ainda que Jacob tendo visões de Paul mandando-o agir ora assim, ora assado, seja um clichê pra lá de batido para demonstrar peso na consciência, as aparições do morto foram bem dosadas. E o melhor, tiveram uma razão de sê-lo. Fica complicado acreditar em Emma sabendo de seu histórico. Mas Jacob que, ao que tudo indica, pegou o gosto de matar deixou bem claro para a mocinha que nem ela está a salvo, agora. Ponto para o rapaz, passando a assumir uma nova personalidade dentro da trama.

Singela a cena entre Joe e seu filho. Pela primeira vez, em toda a série, o tal carisma do escritor apareceu e fez-se notável. Quebrar as bolachas e pedir auxílio ao filho foi de uma simplicidade única. Qual criança não confiaria em um adulto com dificuldades em quebras bolachas? Ponto para Joe, carente de mostrar aos espectadores porque é tão inspirador para tantas pessoas.

The Following 1x10

Porém, o prato principal foi mesmo a relação entre Ryan Hardy e Claire Matthews. É lindo de ver esses dois juntos e mais lindo ainda a dedicação preocupada de Ryan com o seu grande amor. E, nesse momento, surge um importante personagem do lado dos “bonzinhos”: Tyson.

Ainda que sua aparição tenha sido em situação tão delicada e culminado em um destino nada agradável, Tyson revelou à Claire e a nós fatos importantes sobre a vida amorosa de Ryan. Fez-nos ver que o ex-agente até tentou dar continuidade à sua vida envolvendo-se com outras mulheres, mas o amor sempre foi de Claire. E qual não foi a surpresa geral ao perceber que uma das ex-namoradas de Ryan era uma das seguidoras de Joe? Cara na poeira total. Esse homem manda e desmanda em tudo?

Sobre a construção das cenas de suspense, duas foram talvez as mais eficientes produzidas por The Following. A primeira retrata o grupo de Joe indo atrás de Claire no hotel. Ryan, esperto, estava lá para protegê-la. Os homens chutando porta por porta dos quartos, a ex-mulher fugindo e o diálogo de Ryan com um homem que mantinha Claire como refém foram brilhantes. Aliás, estava na hora de uma cena de escapada ocorrer do lado dos mocinhos.

Contudo, palavra alguma é capaz de traduzir o desespero do cerco à casa de Tyson, com direito chão rangendo, vozes estranhas atrás das portas, mascarados dando sustos através das janelas e trilha sonora conduzindo com maestria os sustos do espectador. É como foi dito na abertura da review: quando The Following faz o que The Following sabe fazer, os episódios são sempre bons.

Considerações finais: a descoberta do site que recruta novos seguidores ainda vai render. E que cena mais linda à de Ryan revelando o quanto ama Claire. Kevin Bacon arrasando e mostrando porque é a melhor coisa da série. E arrasa ainda mais durante a sincera conversa que tem com Joe pelo telefone. Essa história de transformar o ex-agente em um homem ainda melhor vai ocasionar muitas mortes.

E é isso. The Following volta a crescer e entreter. É isso o que se pode esperar de uma boa série.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER