The Following 1×11 — Whips and regret

Este é um clichê esgotado” — Ryan Hardy.

Momentos de muita tensão nesse episódio escrito por Kevin Williamson. Como o diálogo travado logo no início entre Ryan Hardy e Joe Carroll sobre os clichês em uma trama, o texto de Kevin para “Whips and regret” usou e abusou dos lugares comuns quando o assunto é fazer um clima de suspense. Antes de analisarmos o ocorrido, vamos ver os fatos que culminaram em cenas tão claustrofóbicas.

A bebida era um problema na vida de Ryan e com a entrega consciente de Claire para as mãos de Joe, o ex-agente retorna à sua velha companheira. Ainda bem que ele é resgatado por Debra Parker antes de se enterrar ainda mais no alcoolismo. A melhor parte disso é Joe reconhecer que um herói alcoólatra é extremamente clichê em livros do gênero.

A investigação sobre o site nos leva à exótica Haley Mercury, que comanda um inferninho para sexo sado masoquista. Ela não se opõe em ajudar e entrega um dos colaboradores de Joe chamado Vince McKinnley. É muito bom ver o time de Ryan levando vantagem em algum ponto da investigação.

Naturalmente, nada será com muita facilidade. A obstinação de Ryan, personificada na interpretação visceral de Kevin Bacon, melhor a cada episódio, coloca a vida de Haley em risco. Isso porque descobrimos o centro de treinamento dos futuros seguidores de Joe. O lugar é cheio de corredores, jaulas, salas. Um antigo depósito abandonado e à noite é o cenário ideal para manipular o medo do espectador. E Kevin é hábil em construir uma mise-em-scène perfeita.

The Following 1x11

Fazendo um bom uso de uma iluminação parca, com direito a trilha sonora manipulativa e respirações ofegantes em destaque, a câmera segue por aqueles corredores sufocantes e tenebrosos. A tensão cresce quando seguidores em potencial, presos em uma jaula, são confundidos com prisioneiros e libertados. A sorte é que a mira de Ryan e Parker, nesse episódio, funcionou muito bem.

Quem assiste a The Following precisa se acostumar com o fato de o FBI ser retratado de maneira bastante ineficiente e infantiloide. Isso não vai mudar. É até compreensível que seja assim. Dessa maneira, a série deixa muito claro que apenas Ryan é confiável e o único capaz de conduzir a investigação e, quiçá, capturar Joe.

Mas Joe é esperto e também está sempre um passo à frente dos mocinhos. Finalmente, Molly, a moça recrutada para conquistar Ryan, mostrou a que veio. Em um flashback, a moça deixa muito claro a Joe que será ela quem matará Ryan quando chegar a hora. E ainda fornece fitas com cenas bastante picantes de seu relacionamento com Ryan. Quem mais achou que Joe Carroll ficou interessado demais na performance sexual do ex-agente, levanta a mão! A tensão entre os dois protagonistas é crescente.

Joe precisará muito mais que um bom papo e um bom jantar para reconquistar Claire. E como a mulher estava bonita para o jantar! Mas ele é bom em convencer as pessoas. Deixar a ex-mulher ver o filho foi um golpe de mestre.

Agora, ele que se cuide, afinal, sua casa começa a ruir. Uma casa dividida não permanece em pé por muito tempo. Roderick está descontente com o fato do plano não ir adiante. Acusa Joe de egoísmo. E está com razão. O escritor afirmou que só iria adiante com os planos quando sua família estivesse reunida. Isso já aconteceu. O que mais falta esperar. Não demora muito para Roderick se rebelar contra Joe. Ainda mais depois de um soco tão certeiro.

E como Jacob mudou! De moço inseguro, o jovem surgiu dotado de uma confiança assustadora. Até Emma ficou incomodada. Mais coisas virão daí.

É bom quando Kevin dedica-se a escrever algum roteiro. Os episódios costumam ser bem acima da média. Algo foi esquecido? Reclama aí embaixo nos comentários.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!