The Following 3×06 — Reunion

Mas estou preocupado com você. Imagino se você está preparado também. […] Quando eu morrer, você morre” — CARROLL, Joe.

Clarice Lispector já dizia que o grande problema de se cortar um pecado é que você nunca sabe qual deles mantém a estrutura em pé. Dentre todos os seus milhões de pequenos defeitos, é extremamente delicado eliminar algum, pois justamente este pode ser um dos grandes definidores de quem você realmente é.

O maior problema com qualquer doutrina ou dogma é exatamente esse: eliminar todos aqueles delitos até massificar o indivíduo fazendo-o perder aquilo que o tornava único, aquilo que o definia.

Chega a ser curiosa relação entre Ryan Hardy e Joe Carroll. A dinâmica entre as duas personagens é formidável e The Following perde muito quando ela é deixada de lada. Felizmente, trouxeram o grande antagonista de Hardy para a segunda temporada. A química entre Kevin Bacon e James Purefoy é inegável. Sai faíscas entre os dois. Se esta não fosse uma série policial tida a série, não espantaria vê-los se lançando ardorosamente um sobre o outro.

The Following 3x06

Ryan sabe que não adianta ignorar o fato de que Carroll é o único capaz de ajudá-lo a capturar Strauss. Carroll também tem plena consciência disso e exige visitas regulares do agente. Foram duas cenas, não chegou a dez minutos, e valeu por tudo o que foi produzido até aqui. Que momentos como os dessa semana sejam constantes e façam The Following valer mais a pena.

Strauss se foi e, sinceramente, fez hora extra demais. A presença do professor não acrescentou muita coisa e serviu apenas para produzir muita enrolação. Para e pensa: com a morte dele, sobre o que, de fato, é essa terceira temporada? A impressão que dá é que os roteiristas foram testando os plots e, quando este não servia, se descartava.

Mark, Kyle, Strauss, Daisy, Andrew. Muitos assassinos foram apresentados e nenhum deles permaneceu tempo suficiente para se mostrar necessário. Agora surge outro, nomeado como “o melhor aluno” de Strauss. Pelo pouco que se mostrou com os flashbacks e com as atitudes do moço no presente, parece que, finalmente, existe alguém interessante contra quem Hardy irá lutar. E, é claro, com a ajuda de Carroll, no melhor estilo dupla-policial.

O triângulo Max, Mike e Tom começa incomodar. O namorado da sobrinha de Hardy está com o laptop vigiando todos os passos da moça. A insistência em mostrá-lo bisbilhotando Max deixa muito claro que alguma coisa trágica irá acontecer em breve. A questão é adiar demais isso e, quando ela vier, perder um pouco do impacto que teria se fosse um pouco mais acelerada.

Pela primeira vez na temporada, The Following conseguiu empolgar de verdade. Que venham mais episódios como esse. Fiquem agora com a promo do sétimo.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER