The Leftovers 2×06 — Lens

Lens avança sobre o mistério das garotas desaparecidas, mostrando o poder de suas protagonistas femininas enquanto esclarece fatos importantes para trama.

Coisas Terríveis acontecem nesse mundo e o único conforto é saber que não somos a causa.”DURSTNora

A força motriz dessa semana é a festa de arrecadação de fundos para continuarem a busca pelas meninas, enquanto Nora tenta se libertar dos seus fantasmas, e Erika evita o departamento da partida. Logo, percebe-se que o alicerce do roteiro aqui são Nora Durst e Erika Murphy, todavia com um resultado ambíguo.

Com Nora, vê-se a reação da mesma a tudo que aconteceu desde que ela chegou a Miracle. É evidente o quanto Nora acredita que pode estar indiretamente ligada à Partida, os questionamentos ficam evidentes na tela: por que ela perdeu toda a família? Por que Evie sumiu na mesma noite que ela chegou à cidade? Nora pensa que é uma agente da partida e quer desfazer qualquer ligação entre o sumiço de Evie e a partida de 14 de Outubro.

Neste ponto, o roteiro e direção de The Leftovers oscilam na qualidade. Nora é caracterizada como uma mulher desesperada que quer se livrar de uma culpa inexistente, ao ponto de arremessar uma pedra na casa do vizinho. A teoria das lentes que inicia o episódio torna-se fútil à medida que o mesmo transcorre. As teorias que tentam explicar o que foi A Partida são pedaços de roteiro para aumentar o suspense, mas que acredito que não serão utilizadas para nada no futuro, como aconteceu em Lost, outra série do Damon Lindelof.

Festa de arrecadação de Fundos.

A ótica de Erika é que sustenta a qualidade do episódio. Por meio dela, vários detalhes dos primeiros dois episódios são elucidados. Descobre-se que a vizinha vestida de noiva e o homem que sacrifica cabras servem como amuletos de proteção para a população. Desvenda-se quem deixou a torta na porta da casa dos Murphys e, com isso, revela-se que Virgil está envolvido com a família Murphy e com o motivo que levou John para cadeia.

Tudo é revelado com uma naturalidade impressionante, inclusive que Erika queria pôr um fim em seu casamento dos sonhos. É nesse momento que percebemos que a mãe de Evie também se senti culpada. Ela traz à tona o significado do pássaro dentro da caixa do primeiro episódio e demonstra que tem medo de ter brincado com forças maiores e ter causado o mal a sua filha.

Aliás, Regina King mostra a força da sua atuação em todos os momentos aqui: seja correndo atrás do entregador de tortas, seja descontando sua raiva na plateia da arrecadação de fundos, seja colocando Nora em seu devido lugar ou arremessando uma pedra na janela do vizinho.

O episódio chega ao fim de uma forma totalmente inesperada: Será que era a hora e o momento exatos para Kevin contar que está enlouquecendo? Como Nora reagirá a tudo isso? Veremos na próxima semana.

Considerações finais:

– Espero que a ligação do Laurie tenha alguma utilidade no futuro da série. Quero mais remanescentes culpados na tela;

– Achava que as pontas soltas do episódio No Room at the Inn seriam utilizadas nesse episódio, mas os roteiristas saíram atropelando;

– Jill está completamente apagada esse ano no show. Uma personagem tão interessante e completamente apática no momento;

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER