The Leftovers 2×09 — Ten Thirteen

Destinos se cruzam em Ten Thirteen para nos trazer metáforas sobre fatos contemporâneos e pavimentar o caminho da season finale da segunda temporada.

Vocês estão esperando por mim”— ABBOTT, Meg

Antes de começar a crítica gostaria de expressar os meus sentimentos sobre esse episódio. O ar faltou em vários momentos, quando as pontas soltas se encaixavam. Eu exprimia gritos de emoção e dei pulos de surpresa com o desfecho. The Leftovers é uma série difícil, que força o telespectador a pensar nos argumentos, costurar as pontas soltas, entender as entrelinhas e sufocar-se com uma bagagem dramática, tornando-a um dos melhores shows da TV.

Em Ten Thirteen, somos apresentados aos caminhos de três personagens distintos: Meg, Tommy e Evie, que se cruzam e impactam o enredo como um todo. A ausência dos remanescentes culpados e de Tommy foram sensíveis na corrente temporada, porém eles aparecem de repente e tudo se encaixa ao redor dessa aparição. Ovaciona-se aqui os roteiristas, que souberam dar a visibilidade certa e, no momento exato, para personagens interessantes e que estavam no limbo até então.

Vemos a trajetória de Meg, de ser vazia procurando respostas em Miracle à líder destemida capaz de métodos agressivos. Assim como foi visto em Off Ramp, os remanescentes culpados liderados por ela estão levando seus métodos a um novo patamar, despertando a atenção dos líderes da seita. Aqui, pode-se traçar um paralelo com movimentos extremistas que em nome de uma doutrina são capazes de atos abomináveis.

Reencontro entre Meg e Matt.

Já os caminhos de Tommy vão na contramão, de ser independente a alguém que implora migalhas de sentimentos. Tommy tenta levar os preceitos da fé de Wayne à frente, mas seu vazio interior o força a encontrar Meg. É nesse momento que explica-se o fato de Laurie estar sozinha em A Most Powerful Adversary.

O encontro de Meg e Tommy é explosivo e, por meio dele, mais pontos clareiam: Tommy é uma ferramenta de reprodução para ela; há toda uma dissidência dos remanescentes disposta a atos impraticáveis, vivendo como uma seita à margem da sociedade e com um segredo dentro do celeiro (lembrou-me, por um momento, o mistério do celeiro da segunda temporada de The Walking Dead); além de algo grande está sendo planejado para o 14 de Outubro em Jarden.

Prosseguindo, o reencontro de Matt e Meg nas imediações de Miracle é permeado pelo diálogo que, nas entrelinhas, deixa claro as motivações desta. Todavia, nos últimos segundos elucida-se ao público o desaparecimento das garotas de um modo surpreendente.

Ten Thirteen mostrou em pouco mais de 50 minutos como solidificar o enredo de toda uma temporada, como usar a direção para criar uma expectativa surreal para o próximo episódio e como uma ideia pode mudar o destino de toda uma cidade.

Considerações Finais

– A piada do lápis quebrado que Evie conta para o pai em Axis Mundi foi lhe ensinada por Meg;

– Quase tive um infarto com a cena do ônibus escolar;

– Por que Meg engravidaria propositalmente? Esses roteiristas me matam ainda;

– Pelo decorrer da história, a season finale também acontecerá nas comemorações do 14 de Outubro assim como em The Prodigal Son returns;

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER