The Mentalist 5×19 — Red Letter Day

Não acha que é estranho? A Segurança Nacional fascinada por um serial killer da Califórnia?” — Patrick Jane sobre Bob Kirkland.

Mais um caso da semana. E mais pistas sobre Red John. Um paralelo ao outro no mesmo episódio. Nada incomum em se tratando de The Mentalist. Porém, diferentemente do fraco Behind The Red Curtain, Red Letter Day foi o que podemos chamar de “aceitável”.

A trama foi bem roteirizada, mas está longe de se igualar aos casos que já tivemos o imenso prazer de assistir. Não chego a me assustar, pois foi melhor do que o 5×18. Se continuasse caindo na qualidade, aí sim seria motivo de preocupação. Afinal, estamos na reta final da temporada.

Na história, mais um drama digno de novela mexicana. Bruno Heller anda inspirado. Além disso, o assassinato ocorre em uma cidadezinha que mais parece aquelas de filme de faroeste. Poucos habitantes, uma calmaria que chega até a ser suspeita. Tanto é que o homicídio da vez foi o primeiro em anos no lugarejo.

the mentalist 5x19

Apesar da trama em si não ajudar muito, Patrick Jane desvenda o crime majestosamente, com direito a descobrir passados misteriosos e até mesmo fazer um mágico de bobo. No fim, a vítima, Hollis Percy, havia sido morta pelo próprio filho por causa da namorada deste, que na verdade era irmã do assassino e sua filha bastarda… ops, quase me perdi. Estou dizendo que é um dramalhão…

Claro que, mais uma vez, o ponto positivo do episódio foi a trama paralela. Ou seja, Red John. Nada grandioso, mas Red Letter Day começa com uma conversa entre Bob Kirkland e Teresa Lisbon. Logo depois, após ser chamado para investigar o assassinato, Jane coloca um palito na porta de sua “sala” na CBI. Aquela sala, onde guarda toda sua investigação sobre o serial killer.

Em seguida, temos Kirkland de posse de todo esse material do mentalista. O que parecia um deslize de Teresa e um Jane distraído pode vir a ser uma grande trama para pegar o agente. No final, Patrick encontra o palito caído e tem a certeza de que alguém invadiu sua sala. Está na cara que ele e Lisbon estão tramando algo para Kirkland e espero que ele seja desmascarado rapidamente — dando pistas sobre RJ, claro.

Ainda acho que todos os papéis da investigação foram trocados. Jane seria esperto o suficiente para isto, e o palito na porta dá a entender que ele não seria bobo o bastante para deixar todo o seu material assim, de mão beijada para o primeiro que invadisse o escritório.

Em tempo: quando achei que Rigsby fosse finalmente se declarar (novamente) para Van Pelt… ele demora demais e, então, nos é introduzido um novo personagem (espero que não apareça nunca mais): Duncan. Ficou subentendo ser o novo namorado da ruiva. Mas, sempre resta aquela esperança no amor.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!