The Muppets 1×07 — Pig’s in a Blackout

Pig’s in a Blackout, o prelúdio para o fim, é o episódio que prova o valor de The Muppets.

Qual é a frase mais antiga de Hollywood?” — GONZO, The Great

“… devíamos colocar Hollywood aqui?” — SCOOTER, The Assistant

Se você segue as notícias desta série, então sabe que a partir do episódio 10 de The Muppets veremos uma série muito diferente. Isso porque Bob Kushell, o homem responsável pela série, será substituído por uma das produtoras de Galavant, uma série que eu adoro e que captura o espírito das produções clássicas dos Muppets.

Se esta decisão fosse revelada lá por volta de Bear Left Then Bear Write, eu não ficaria triste nem feliz. Mas agora? Agora eu estou bem indeciso.

Pig’s in a Blackout é possivelmente a maior razão porque The Muppets não deveria mudar. Até então, parecia que tudo que os roteiristas conseguiam fazer era pegar os Muppets e colocar eles em situações adultas. Em Pig’s in a Blackout, a fórmula é virada de cabeça pra baixo. Não há nada de adulto nas situações do episódio. Kermit sofre de stress e vai para um spa, onde é irritado por um nervoso Jason Bateman. Enquanto isso, no estúdio, Scooter está no controle do show, e tudo acaba dando completamente errado.

kermit-the-frog-the-muppets-pig's-in-a-blackout-1x07

São os pequenos momentos que fazem de Pig’s in a Blackout um sucesso, porque são estes momentos que mostram a maturidade dos personagens, e não um comportamento extremamente cínico. Quando Kermit revela seu modo de lidar com stress, é uma cena emocional, calma, e que a nenhum momento é interrompida para fazer uma piada de baixo nível. O mesmo pode ser dito sobre Gonzo ajudando Scooter a salvar o show.

Ninguém é o foco da piada. Não é uma situação estilo Hostile Makeover em que Piggy é uma arma em uma guerra entre dois homens, ou uma estilo Ex-Factor onde personagens servem para nada a não ser avançar partes da história. Todos estão lá por uma razão, e o humor vêm do jeito como eles acabam destruindo o show juntos. Isso era a verdadeira força do Muppet Show: o fato de que não importa o que aconteça, os Muppets vão sempre estar juntos.

Em vez de eu acabar o episódio questionando porque Kermit gasta o seu tempo com pessoas que ele não gosta, ou porque Piggy é tão malvada com seus trabalhadores, eu acabei surpreendido pelo fato de que o episódio havia acabado tão rápido. Eu queria mais desses Muppets. Eu queria mais desse Kermit que responde ao stress com um sorriso e uma mão amigável em vez de manipular seus colegas.

Ficou claro desde o primeiro episódio que os roteiristas de The Muppets tinham um plano de longo prazo. E é só agora que podemos ver os resultados desses planos, no primeiro episódio em que eu não tive que justificar as ações de cada personagem como ‘uma nova interpretação’. Esses são os Muppets. Talvez este episódio foi um belo acidente. Ou talvez ele era um sinal de que as coisas iam melhorar.

De qualquer jeito, se Pig’s in a Blackout foi feito para provar que esse time de produtores sabe escrever para os Muppets. Bem… eles conseguiram. Só fizeram isso tarde demais.

O que você achou de Pig’s in a Blackout? Dê a sua nota e comente!

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER