The Muppets 1×09 — Going, Going, Gonzo

The Muppets tem uma arma secreta: ele é roxo, estranho, e o personagem principal de Going, Going, Gonzo.

Tudo o que peço é que quando você bater contra a parede, não xingue ninguém.” — THE EAGLE, Sam

Demorou, mas The Muppets finalmente usou o seu super trunfo. Gonzo é o único personagem que realizou a transição do Muppet Show para a nova série — particularmente porque ele sempre foi um personagem levemente deprimido. Sua canção no The Muppet Movie, por exemplo, é a mistura de tristeza e alegria que The Muppets tenta, mas nunca consegue alcançar.

Apesar de Gonzo demonstrar um pouco do comportamento cínico desnecessário em episódios anteriores, ele nunca pareceu um personagem completamente diferente. Sim, ele falava de amores perdidos e situações depressivas, porém sem nunca chegar ao nível de antipatia que Kermit mostrou em episódios como Hostile Makeover.

Então, não é uma surpresa que Going, Going, Gonzo é o episódio mais natural de The Muppets até agora. Este episódio é, talvez, a concretização da promessa que The Muppets mostrou no primeiro episódio: uma série que não abandona o humor clássico dos Muppets, mas também coloca eles em situações mais adultas.

A história principal, por exemplo, nunca parece muito artificial ou muito melodramática. O medo de Gonzo é real e bem atuado, sem contar que a resolução é genuinamente entusiasta. Não há piadas randômicas que acabam com o clima feliz do episódio. Até os convidados especiais estão excelentes, com Joseph Gordon Levitt fazendo uma participação excelente, mas infelizmente bem pequena.

É claro que nenhum episódio de The Muppets é perfeito, ou ao menos nesta primeira versão de The Muppets. Enquanto a história de Piggy tentando vender seu novo produto é habilmente entrelaçada com a história de Gonzo, as mini-aventuras de Scooter são como um pedaço do meio da pizza: gostoso, mas sem começo e sem fim.

Going, Going, Gonzo também continua uma tendência muito bem visível nestes mais recentes episódios de The Muppets: a volta dos momentos musicais. Seja na canção entre Gordon Levitt e Miss Piggy (com uma lua solta no fundo), ou na batalha de baterias entre Dave Grohl e Animal, o sentimento que prevalece nessas cenas é um de ‘vamos fazer um show excelente’, que é, no fundo, a essência dos Muppets.

Com a midseason finale e o fim da atual liderança criativa da série chegando, Going, Going, Gonzo prova que os atuais roteiristas sabem ao menos escrever Muppets do jeito que eles eram. Só que no final, o episódio acaba criando uma nostalgia pelos tempos que se foram, em vez de provar porque The Muppets merece existir.

O que você achou de Going, Going, Gonzo? Deixe a sua nota abaixo e comente!

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER