The Newsroom 1×09 — The Blackout, Part II: Mock Debate

Faça um pequeno erro para fazer um grande acerto” — Don

O que foi esse penúltimo episódio? Arrastado, desconexo, muito bagunçado. Muito, mas muito ruim se analisarmos como um todo. Tivemos pequenos momentos relevantes. Sendo assim, só me resta rezar para que a frase acima se concretize na season finale.

O que seriam os grandes destaques (ou esperávamos que fossem) neste episódio passaram como um furacão por ele. E ficamos boa parte assistindo ceninhas sentimentais do quadrilátero romântico, Don, Maggie, Jim e Lisa. Será que os roteiristas ainda não perceberam que essas histórias, por não serem bem desenvolvidas, atrapalham demais a série?

A história sobre as provas conseguidas que comprovam que o TMI está envolvido na intercepção de informações foi resolvida em questão de segundos, e de uma maneira muito amadora. Jim relata que o informante tem um histórico não muito confiável e todos decidem que é melhor não seguir em frente. E…? Não seria o momento de pensar em outras alternativas? Eles possuem uma bomba relógio nas mãos e não dão à devida importância ao fato? Para mim cheira a preguiça de roteiro, só pode.

Outro fato que achei que nortearia todo o episódio, o Debate 2.0 também foi tratado a esmo. Toda aquelas cenas do pessoal da redação ensaiando, estudando as perguntas e as possíveis respostas ficaram com gosto de encheção de linguiça. Porque a cena foi tão curta e tão focada no personagem de Will, que o revolucionário debate perdeu força e sentido no episódio. Seria muito legal The Newsroom apresentar de fato uma nova fórmula de debates políticos. A velha forma já perdeu interesse de todos e é voltada para o interesse de poucos.

Para vocês terem uma noção de como o episódio foi ruim, o grande destaque da noite foram as cenas de Mackenzie. Eu simpatizei com ela, e isso é muito grave. Ainda acho que ela não tem a postura devida de uma produtora executiva, mas eu precisava apegar à alguma coisa vinda do episódio, e assim, me apeguei a ela.

E como Mackenzie se tornou minha melhor amiga, pelo menos por um episódio, notei semelhanças entre nós. Como ela, não entendo bulhufas de economia, e então não entendi nada daquela história envolvendo Sloan, Neal e redes sociais. Mas no final a história foi interessante para deixar o principal gancho para a season finale: dentre as conversas de Neal se passando por Sloan, uma chamou a atenção, o jovem jornalista estava conversando com o suposto ameaçador de Will McAvoy.

Duas coisas que podemos chamar de interessante neste episódio: as sessões de análises de Will, que continuam rendendo diálogos sensacionais e nos mostram mais da intimidade do âncora. E no finalzinho do episódio, quando eu achei que nada mais valeria a pena, eis que entra a voz de Amy Winehouse e sua versão impar para “Will You Still Love Me Tomorrow”.

Bom, pelas promos da season finale teremos o tão esperado confronto entre Leona e Will, tentativas de assassinados e mais enrolações amorosas (duvidam?).

Então até a nossa última reunião de pauta da temporada.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER