The Newsroom 1×10 — The Greater Fool [Season Finale]

Will, não dispare e erre.” — Leona Lansing

Chegamos ao fim da primeira temporada de The Newsroom, a série responsável por muito borburinho antes da sua estréia e que depois patinou entre excelentes episódios e outros nem dignos de nota. Não vejo como um desastre. A série já nasceu com um peso de sucesso tremendo: novo projeto de Aaron Sorkin, sua estreia na HBO e a história de ser uma crítica aos meios de comunicação dos EUA e ao sonho americano de ser algo que ninguém mais acredita, só eles mesmo.

Se achávamos que a season finale nos brindaria com vários pontos finais em suas tramas, tivemos que nos contentar com apenas com grande embate: Leona Lansing x Will MacAvoy. De resto foi mais do mesmo e muita coisa para ser resolvida na próxima temporada. Mas antes de aprofundarmos no que teve nesse último episódio queria perder um tempo escrevendo sobre Jeff Daniels e seu Will MacAvoy.

Sem sombra de dúvidas o ator Jeff Daniels, e sua construção para o âncora do News Night, foram as razões de ser de The Newsroom. Jeff Daniels levou a série nas costas e nenhum outro ator/personagem foi corajoso o suficiente para lhe roubar o posto. Tivemos belas tentativas, como Sam Waterston (Charlie) e as pequenas aparições de Jane Fonda. Mas a alma da série é, e acredito que continuará sendo, Jeff Daniels.

Macaco velho como ele só, não tinha para ninguém quando aparecia Will MacAvoy. Daniels deitou e rolou com o texto impecável de Sorkin. Eu não desgrudava o olho em momento nenhum quando o ator estava em cena, pois tinha certeza que seria recompensado com uma atuação impar. E o cara é tão bom naquilo que faz que todos os demais personagens cresciam quando contracenavam com ele. Jeff Daniels puxava para o seu patamar de atuação os seus colegas de trabalho. Era como se o ator quisesse nos passar uma mensagem: “ei, por favor, prestem atenção nessa turma também, eles podem ser ou se tornarem interessante”. Digno de um greater foll.

Bom então vamos ao que tivemos de melhor: Depois de parar em um hospital com uma crise de úlcera, causada pelo stress de ver mais uma matéria o depreciando, Will estava mais vulnerável do que nunca, pensando em até abandonar tudo. Mas isso foi logo superado com a possibilidade de realmente colocar Leona e Reese em seus devidos lugares. Com o velho Will na ativa chegou a hora do grande confronto entre os poderosos da ACN e os responsáveis pelo News Night. Cenas maravilhosas com Jeff Daniels e Jane Fonda. Soberbos! Em uma jogada de mestre, o News Night continua na ativa e com seu ancora comandando o circo. E Will não podia estar melhor, no seu programa de retorno, voaram farpas para o Tea Party, Republicanos, Democratas, religião e direitos humanos. Sequencias dignas de palmas e de que há luz no fim do túnel para The Newsroom. É assim que queremos a série !!!!

O que sobrou? As tramas amorosas que não tiveram os devidos desfechos e que seremos obrigados a engolir na próxima temporada: Vibrei tanto com a historinha envolvendo “Sex and the City” e a possibilidade de até que enfim, Maggie e Jim ficariam juntos para nada. Depois das declarações de ambos, cada um tomou seu rumo, ou seja, Maggie aceitou em morar com Don e Jim seguiu com seu namoro com Lisa. Até Sloan apareceu na parada se declarando para Don e… nada. Do outro lado, Mackenzie querendo tirar um “eu não vivo sem você” de Will, mas o cara é durão e ainda não está preparado para isso. Mais cenas de análise produção.

Enfim, espero do fundo do coração que na segunda temporada tenhamos uma Mackenzie mais madura, sem histeria. É uma personagem, se bem trabalhada e bem representada, rica para brilhar na série. A primeira temporada foi um desastre para a personagem. Ainda acredito que foi escalar Emily Mortimer foi uma escolha errada.

Rezo para que as subtramas amorosas amadureçam, mas se isso não ocorrer que não tenham peso tão importante e demorado nos episódios. Que os roteiristas acertem o rumo do personagem Neal que até aqui não disse a que veio. Que Sloan e Don fiquem juntos, porque não? Se bem trabalhada a história, seria um bom motivo para manterem Don na história. Thomas Sadoski é um grande ator e Don é excelente personagem perdido em histórias sofríveis.

E sonho em ver mais Jane Fonda na próxima temporada. Esse embate dos poderosos não terminou ainda. Leona Lansing ainda tem muito para contribuir para a série. Até ano que vem!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER