The Office: Quem vai ser o próximo chefe?

No começo da semana, a Ana postou um texto falando sobre quando as séries deveriam parar. Bom, The Office é uma das séries que, na minha opinião, deveria ter parado antes mesmo da sexta temporada… Mas a coisa acabou seguindo e logo vamos chegar na sétima, que promete ser a última com Steve Carell no papel de Michael Scott, o melhor personagem da série disparado.

O cara tem timing de comédia, serve de escada para todos os personagens e ainda por cima não é apenas uma muleta para que os outros possam brilhar, como é o caso da Tina Fey, em 30 Rock — que gosto muito, por sinal, mas a personagem dela não tem graça por si só, só rende piadas para e sobre os outros, mas enfim…

A pergunta é: como The Office segue sem Michael nas rédeas da sede mais louca e lucrativa da Dunder Mifflin? Quem deve assumir seu lugar para que o seriado recupere seu nível como uma das melhores comédias da TV atual? Que saídas os roteiriastas podem ter para fazer deste o mais sensacional dos anos que tivemos com Steve Carell?

Bem que o mote principal poderia ser a própria saída de Michael. Pense bem, ele pediu ajuda para que Holly voltasse, mas e se Holly não voltasse? E se fosse oferecido a Michael a chance de ir trabalhar na mesma sede em que ela? Isso daria oportunidade a um sétimo ano no qual Michael fosse entrevistando pessoas para ficar em seu lugar.

Ou e se a cada episódio ele distribuísse uma tarefa importante para testar cada um dos funcionários, como se fosse o reality show da Mifflin?. Imagina Michael andando pelos corredores e falando com a câmera como se fosse o apresentador de Survivor ou The Amazing Race! Ele dividindo as equipes, sem que ninguém soubesse e criasse provas que eliminariam um por um.

É piração, claro, mas o cara vai sair. Segundo o EW, os dois atores mais cotados a viverem o próximo chefe da Dunder Mifflin são Danny McBride e Rhys Darby (foto acima). O showrunner do programa, Paul Lieberstein, desconversa dizendo: “ainda não definimos exatamente quem vai assumir o controle”.

Em entrevista à HitFix do mês passado, Lieberstein (que você conhece, pois é ele quem interpreta o Toby) disse que o plot da busca de um substituto para o ator Steve Carell pode se refletir no roteiro sim, gerando uma busca pelo substituto de Michael Scott. Entre os fãs o debate é se a nova vaga deve ser preenchida com um personagem novo ou com alguém que já conhecemos. Fica difícil opinar, não?

Tem até uma fãpanha (campanha de fãs) para que a NBC contrate Michael Emerson, o Ben Linus de Lost, para o papel. Acho que seria válido experimentar. Cara de louco ele já tem! Imagine ele junto com Dwigth… Logo no primeiro encontro o fazendeiro de beterrabas poderia olhar para ele com uma cara estranha de ‘Eu te conheço de algum lugar’! Será um ótimo plano.

Mas não dá para prever ou imaginar o que vem pela frente e nem consigo pensar em alguém que o substitua, afinal ele é o carisma encarnado na série. A situação é outra, mas vale lembrar que tiraram Grissom de CSI e deu no que deu… Virou essa comédia toda com Laurence Fishburne e seu péssimo desempenho. Meu medo é que tirando Carell aconteça o reverso do que houve em CSI, fazendo com que The Office acabe virando um drama. Aí não dá…

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!