The Originals 2×16 — Save My Soul

Esther está vindo.” MIKAELSON, Elijah

Preciso começar essa review dizendo: CW, assim não dá pra te defender, miga. Não seja. Melhore! Pra que diabos me jogam esse episódio no meio de dois hiatos? Depois quando The Originals começa a cair a audiência, vêm querer cancelar essa maravilha do mundo moderno. Esse episódio tinha tudo pra ser foda. Mas não foi, por um simples motivo óbvio: não dá pra criar uma resolução de trama se a série vai ficar mais três semanas sem ser exibida (no caso duas, já que a review está um pouco atrasada. Desculpa aí).

Sabe aquele personagem que é tão bosta que você começa a odiar o ator por causa disso? Então. Fazendo um mea culpa, tenho que dar os parabéns ao ator que faz Finn/Vincent. Ele conseguiu desconstruir em um episódio todo o ódio que eu tinha tomado da cara dele ao mostrar o quão diferente é o Vincent. Palmas lentas e infindáveis (até o fim da review).

Ninguém tem dúvidas de que quando o assunto são os originais (menos Finn) a série consegue trabalhar perfeitamente as tramas e subtramas. É aquele tipo de coisa, se envolve Rebekah, eu já sei que vou amar. Ainda mais com essa atriz maravilhosa que está fazendo jus à Claire Holt como só a própria consegue fazer. Porque acaba sendo isso, Eva Sinclair veio pra abalar as estruturas da série antes de Dahlia chegar. Mas com esse tanto de hiatos e pisadas de freio de roteiro fica difícil fazer disso um grande desenvolvimento de trama.

TO216

A melhor parte do episódio ainda foi a relação de Freya e Klaus. Ou melhor, a construção do embate épico entre dois iguais. É bom ver que Klaus se reconhece na irmã mais velha, e vice-versa. E que isso cria uma das dinâmicas familiares mais incríveis de The Originals. Não me venham reclamar da paranoia de Klaus, até porque a gente aprendeu a conviver com o personagem desse jeito e não é agora que ele se sente ameaçado que isso vai mudar, né?

Fiquei tocado com toda a história de Dahlia e Freya e o primeiro neto de Esther. Mas ainda não confio na mais velha dos Mikaelson. Não mesmo. Pra mim ainda está faltando uns pedaços (como, por exemplo, a forma como ela se afastou de Dahlia e foi parar em New Orleans). E esses pedaços só vão ser contados quando for conveniente pra personagem.

Primeira vez que eu vejo Davina depois da morte de Kol (ainda não superei) e ela já volta com aquele nhenhenhém mimimi de sempre. Por favor, melhore. Seja como Cami, corte o cabelo e dê um upgrade nessa bagaça. Flerte com o dono do corpo que era possuído por um Mikaelson e seja feliz e poderosa, miga. Pelo menos vamos ficar livres por um tempo, já que Eva Sinclair, ex-mulher de Vincent ex-Finn, já deu um cala a boca a ela por alguns episódios.

Toda a trama dos lobos ainda me irrita um pouco. Será que nenhum desses híbridos consegue enxergar que Hayley realmente é a alfa dessa parada? Não tem pra onde correr, gente, ela é mais durona que Jack e Aiden (por sinal, saudades Josh) juntos. Então espero que haja a campanha contra o machismo nos bandos de lobisomem e a lobinha possa ser a rainha que nós fãs já sabemos que ela é. Até porque não é qualquer um (Elijah) que enfrenta Klaus de frente todo episódio e continua vivo pra contar a história.

Agora é esperar a CW resolver exibir The Originals semanalmente outra vez sem essas pausas enormes e desgraçadas, já que é isso. Faltam seis episódios pra temporada acabar, e a série precisa pisar no acelerador pra me deixar sem fala (sem ar e sem sendo) igual à temporada passada. Já sabemos que The Originals é capaz. Só falta saber se os roteiristas vão mostrar todo potencial.

P.S.: Sobre a fala que abre a review, me senti em Game Of Thrones esperando o inverno que não vem nunca.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER