The Originals 3×01 — For The Next Millennium (Season Premiere)

A season premire, For The Next Millennium, nos deixa uma pergunta: The Originals ou Todo Mundo Odeia o Klaus?

Eu escutei bastante sobre você; o famoso hibrido. Seu coração ancião bate bastante forte para alguém sob tanto perigo.” ALEXIS.

Não sei se a expectativa era alta ou se The Originals perdeu parte do encanto. A sensação foi de perda de fôlego entre a season finale e essa estreia. O episódio foi ágil e cumpriu os requisitos: apresentou bem a nova trama, trouxe novos vilões e mistérios. E ainda teve flashbacks dos Mikaelson, algo que adoramos.

Ainda assim, falta alguma coisa importante. E isso parece ser intencional. O clima dentro da série não é dos melhores. A dinâmica entre os personagens está totalmente modificada e o roteiro conseguiu transpor isso.

Talvez esta ausência de algo seja a falta de Rebekah e Hayley, que deixa um buraco de personagens femininas na trama. Davina e Cami até tentam. Mas a primeira nunca convence quando tem destaque e a segunda é só a cota de humanidade. As mulheres que agitam a trama estão impossibilitadas.

A nova função de Cami é adorável. Ser consultora do departamento de polícia de Nova Orleans, junto com Vincent, é algo interessante. Dá mais espaço para a personagem e evita que ela se torne uma versão feminina do Matt.

The Originals 3x01 - For the Next Millennium (Season Premiere)

Falando do que aconteceu, o clima “Todo Mundo Odeia Klaus” é interessante.

Quando odiado, o personagem dá todo espaço para Joseph Morgan brilhar como só ele sabe. Nos faz lembrar que mesmo sendo personagem principal da trama, de mocinho ele só tem a cara.

Se havia uma tensão sexual entre o hibrido e Stefan, lá em The Vampire Diaries, as cenas entre Lucien e Klaus deixam evidente que existe uma ainda maior nesta série. Alguns momentos beiraram o sexo, e ninguém reclamaria de ver os vampiros se pegando.

Impossível não gostar da personagem. Mas ele não deve ficar amiguinho de Klaus por muito tempo. Logo deverá encasquetar com a pobre da Cami. Vamos aproveitar esse quê de coringa maravilhoso enquanto há tempo. Duas pessoas com egos enormes não ficam em paz por muito tempo. Além disso, o enredo das disputas entre as descendências vampirescas vai dar muito pano para a manga.

Julie Plec sabe criar bons vilões, e por isso mal nos despedimos de um psicopata (Kai) e já ganhamos outro de presente para amar/odiar.

Freya está maravilhosa, uma das melhores adições à série na última temporada. Vê-la cuidando da fofura que poderíamos chamar de rainha, dona de The Originals, poderosíssima de Nova Orleans, mas que chamamos de Hope, é bem melhor do que ver Klaus todo perdido, tentando ser o papai do ano e ao mesmo tempo controlar tudo e ter os irmãos de volta.

Elijah está um saco. Tomara que não insistam muito tempo nessa nova nuance do personagem. Por mais que Daniel Gillies tente, o personagem vai acabar descaracterizado em algum momento. Ele precisa mesmo é de uma função na trama, que não seja viver em prol de Hayley, nem de limpar as sujeiras de Klaus, nem odiar Klaus pelas sujeiras que fez.

Marcel não fez nada de interessante, e — assim como Vincent — só apareceu no episódio para justificar o salário de regular na série. Davina dispensa comentários — infelizmente de uma maneira ruim. Enquanto ela não voltar a ser a garota legal que foi em muitos momentos da temporada passada, continuará de fora desta crítica.

Para concluir, o episódio de retorno de The Originals parece aquele prato com cara de delícia, mas com sabor completamente diferente do que você imaginou. Mas isso não quer dizer que tenha sido uma péssima abertura para a temporada.

Ela promete ainda mais flashbacks e isso quer dizer que podemos esperar a volta de Nate Buzzolic e Claire Holt para reprisar seus papéis — convenhamos que é melhor ter esse tempinho com eles por episódio do que tempo nenhum.

Você já tem alguma teoria para estes novos episódios? Deixe-a nos comentários, e não se esqueça de votar no quadro abaixo!

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER