The Strain 2×05 — Quick and painless

Quinto episódio, Quick and painless começa delinear alguns rumos importante para a série

Não pode vencê-los. Não seja estúpido ou ingênuo e acabe no lado errado disso” — BARNES, Dr. Everett.

Um episódio instigante. Assim pode ser definido esse Quick and painless. Se pensarmos bem, pouca coisa realmente relevante aconteceu. Porém, o que foi mostrado serviu para traçar bem os caminhos que essa temporada pretende seguir.

O ponto mais relevante foi a execução do plano traçado por Ephrain. Sair de Nova York e seguir para Washington não foi tão simples quando o doutor pensou. Conseguir uma identidade falsa, sobreviver à viagem de trem e ainda ter que encarar um inimigo não estava na lista de coisas as serem feitas. No entanto, tudo acabou terminando de uma forma positiva, com Eph chegando na capital americana.

O mais perturbador sobre Eph é a capacidade que ele tem para matar. Até então, atirar em alguns vampiros não era um problema. Teoricamente, essas pessoas já estavam mortes. No entanto, ao jogar o dr. Barnes do trem em movimento, Eph demonstrou que é capaz de tudo para atingir seus objetivos. Foi bom terem acrescentado esse tipo de nuance ao personagem.

The Strain 2x05

E esse novo visual que Eph adotou para a falsa identidade de político? Lembrou muito a aparência que ele sustentava quando fazia House of Cards. Aprovado!

Oportuno também foi o entrelaçamento entre Nora e a vereadora Justine. Afinal, já que a política pretende fazer uma verdadeira faxina em Nova York, ela precisa ter, no mínimo, o conhecimento necessário para tal. Colocar a doutora Nora ajudando-a pode render bastante nesse seguimento e desligar Nora de Ephrain, que já não rendem muito como futuro casal.

Fet e Velders agora ajudam a polícia de Nova York na exterminação das criaturas. Sinceramente, como dito em outras reviews, não há mais uma função clara para nenhum dos dois personagens. Por vezes, o que se vê é um nítido desperdício de plot para dar função a todo mundo. Não dá para se importar com nenhum dos dois.

O mesmo pode se dizer de Coco, a atual acompanhante de Palmer. A loira, além de sem graça, ainda não mostrou a que veio. Se fora apenas para estar junto do excêntrico milionário, é uma função muito ingrata. Mas é na companhia dela que Palmer recebe a notícia de que o livro sagrado não desapareceu e pode dar a cara a qualquer momento.

Essa é uma boa notícia para Abraham Setrakian, já que o velho não descansa enquanto não colocar as mãos no artefato. Outra boa notícia para ele foi o encontro com Reggie Fitzwillian. O ex-guarda-costas de Palmer junta-se a Setrakian e torna-se mais um importante aliado contra o Mestre.

Aliás, o Mestre anda sumido. O que será que ele tem aprontado para voltar com tudo? Será que o seu retorno tem a ver com a aparição de mais um estranho Soldado Noturno? E quem era a mulher que dirigia o carro?

Renovada para mais uma temporada, The Strain deixa claro que pretende enrolar ainda mais os espectadores antes de apresentar soluções mais definitivas para alguns problemas. Enquanto isso não acontece, fiquem com as cenas do próximo capítulo.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Será que a Elsa se assumiu lésbica cantando e ninguém percebeu?

Curiosidades de Euphoria, a série BAFOOOO da HBO.

Teorias de conspiração na Disney??? Nem tudo é verdade.

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER