The Voice Brasil 4×11 — Shows ao vivo, Quartas de Final

Metade dos participantes deu adeus ao programa durante as quartas de final.

É foga.” — MILK, Cláudia.

Mais uma semana de The Voice Brasil se passou e agora estamos cada vez mais perto da final. O top 16 se apresentou tentando conquistar os espectadores e seus técnicos, buscando uma das oito vagas na semifinal.

Time Brown

Quartas de Final

Agnes Jamille foi a responsável por abrir o programa da semana. A cantora escolheu o clássico Let’s Stay Together. O início pareceu baixo demais, mas Agnes conseguiu melhorar e já estava arrasando no final da canção. Junior Lord mandou uma versão reggae de Pérola Negra. Só eu acho que a voz dele parece com a da Maria Gadú? Hahaha, voltando… Junior se mostra cada vez mais à vontade no palco.

Paula Sanffer agitou a plateia cantando Uma Brasileira. O arranjo modificado deixou todo mundo querendo dançar, e fez os técnicos se levantarem, ou seja, Paula mandou super bem. A última desse time foi Rebeca Sauwen, que cantou She’s Leaving Home. Foi fofo, porém foi entediante. Pior apresentação de Rebeca no programa.

Três participantes se destacaram nesse time, mas somente duas pessoas passaram para as semifinais. Junior Lord ganhou a vaga graças ao público de casa, enquanto Paula Sanffer teve que controlar os nervos antes de ser salva por seu técnico.

Time Milk

Quartas de Final

Allice Tirolla resolveu vir com uma música nacional depois de cantar Adele. Ela foi bem cantando Minha Alma (A paz que eu não quero) e mandando algumas improvisações. Porém, em algumas partes deu a impressão de que ela tava se esforçando demais, como se não fosse alcançar a nota. Brícia Hellen veio, novamente, com um pop chiclete. Dessa vez, All about that bass foi a música escolhida por ela. A música é animada, mas a cantora não passou a mesma animação, ficando séria demais em boa parte da performance.

Depois de sempre colocar todo mundo pra sambar, Lorena Ly resolveu vir mais séria ao som de Chegadas e Partidas. Meio difícil cantar Maria Rita e não ser comparada com ela. Lorena canta bem, mas essa semana não rolou, gata. Sorry. Fechando as apresentações do time de Cláudia Leitte, Nikki também resolveu cantar uma baladinha. Wrecking Ball teve umas mudanças no arranjo, mas nada que mudasse muito a música. O que Brícia não fez com o carão, Nikki mandou por todo o time. Os vocais não foram sensacionais, mas a garota arrasou nos alcances vocais.

Pelo conjunto da obra, as vagas ficariam com Allice Tirolla e Nikki. Mais uma vez, Brícia Hellen foi a vencedora pelo voto do público e vai para as semifinais. Quem se juntou a ela foi Nikki, escolhida após trocentos critérios de eliminação que Milk usou pra passar o tempo.

Time Lulu

Quartas de Final

O clássico que Ayrton Montarroyos escolheu dessa vez foi Cálice, de Chico Buarque. A escolha foi boa, mas achei ele parado demais pra uma música que mostra força. Na segunda parte da apresentação, ele acabou se soltando mais. Depois de uma apresentação um tanto quanto fraca na semana passada, Joelma Santiago subiu ao palco sozinha, para ser o centro das atenções. Os vocais melhoraram infinitamente.

Quem também mandou um clássico foi Jonnata Lima, só que foi um clássico do samba, Coração Leviano. Jonnata foi correto e fez a gente ficar com aquela vontade de dançar um sambinha. Por fim, Tori Huang foi outra que teve a chance de se redimir depois da última rodada. E ela resolveu arriscar cantando Bem que se quis. Acho que ela se empolgou um pouco nessa escolha. Adoro a Tori, mas não qualquer pessoa que canta bem essa música. Em poucas palavras, foi uma apresentação de karaokê.

Joelma foi a melhor da rodada, sem dúvida. A dúvida é sobre quem seria o segundo melhor. O público, novamente, salvou Ayrton Montarroyos e Joelma Santiago foi a eleita por Lulu, ou seja, as mesmas escolhas do episódio anterior.

Time Teló

Quartas de Final

Edu Santa Fé é sempre um fofo em suas apresentações, mas essa foi uma das mais fracas dele. Não foi ruim, apenas não foi marcante como outras. Saindo de um extremo da música sertaneja para outro, Matteus cantou Te Esperando, um dos grandes sucessos do estilo nos últimos tempos. Ele parecia bem a vontade e defendeu bem sua escolha.

Matteus tem um concorrente direto dentro de seu time. Renan Ribeiro segue a mesma linha dentro do sertanejo, pelo menos ele cantou uma música mais animadinha na melodia, porque a letra é pura fossa. Mais um que fez o que deveria fazer. Quem fechou esse programa foi Renato Vianna. Como lidar com esse homem cantando uma música dessas que fala de um coração partido? Fechou o programa com chave de ouro e ai de quem discordar.

O único nome fora da zona de conforto de Teló, Renato Vianna, foi o mais votado pelo público de casa. Dos sertanejos que sobraram, o eleito para seguir na competição foi Renan Ribeiro.

Na semana que vem, acontece a semifinal dessa quarta temporada. Dessa vez, somente os técnicos terão direito a voto e decidirão quem vai representar seus times na grande final desse ano. Boa parte dos classificados mandou bem e conseguiu se manter ou elevar o nível da rodada anterior. A torcida é para que a semifinal seja melhor do que tudo que vimos até agora.

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER