The X-Files 2×18 — Fearful Symmetry

Mulder e Scully investigam misteriosos desaparecimentos de animais em Fearful Symmetry.

Se ainda pensa que um elefante fez isso, contraria a lógica. Alguém teria visto — SCULLY, Dana
Bem, se alguém tivesse o visto, Scully, não estaríamos aqui”. — MULDER, Fox.

O que faz com que tenhamos tanto medo de civilizações alienígenas é o fato de termos consciência de que, se eles conseguirem chegar até nós, com certeza serão também capazes de nos dominar.

Se os relatos forem reais, a tecnologia extraterrestre está centenas de anos à frente da nossa, o que, para nós, parecem truques de mágica. Tais como um animal de grande porte sumir de uma jaula e reaparecer invisível e somente a quilômetros de distância, poder ser visto novamente.

É isto o que acontece em Fearful Symmetry, uma situação tão absurda que somente poderia ser investigada pelos Arquivos X. E apenas alguém com a mente tão aberta a possibilidades extremas como Mulder, seria capaz de relacionar os estragos feitos por uma força invisível a uma elefanta morta quilômetros adiante.

Já é difícil ouvir as teorias de que seres humanos são levados para estudos em abduções, porque então considerar que animais estão passando pelo mesmo processo? Nada do que se possa afirmar sobre esse caso pode ser provado. Fica muito difícil sustentar a defesa de uma teoria. Mas os casos continuam acontecendo, pessoas são vítimas e nada se pode fazer a respeito. A não ser falar com os animais.

E não estamos citando a referência de Mulder aos seus amigos Pistoleiros Solitários (embora, devemos admitir, o senso de humor de Mulder está melhorando e a participação dos Pistoleiros é sempre bem vida). A relação entre Wila (Jayne Atkinson) e Sophie é linda, principalmente por ser mediada pela capacidade de comunicação. Mas nem sempre a troca de palavras é um diálogo, e isso leva à morte de Kyle (Lance Guest), e também de Sophie. O não entendimento mutuo sendo um dos piores inimigos internos.

A finalidade dos sequestros e a impossibilidade de os animais levarem suas gestações até o fim são apenas especulações. Mas episódios anteriores nos mostraram a importância de experiências com fetos. Fica o questionamento: por que não aconteceria com animais também?

Curiosidades dos bastidores

– O nome do episódio vem de um belíssimo poema de William Blake chamado “The Tiger”, desses versos: “Tigre, tigre, fulgor flamejante/ Nas selvas pujantes:/ Que mão ou olho imortal/ Concebeu tão terrível simetria?”.

– Foi a única vez em que os Pistoleiros solitários apareceram sem Langly.

– Precisamos mencionar a autópsia da elefanta. Que cena bizarra… E legal ao mesmo tempo!

[taq_review]

Cenas do próximo capítulo:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER