The X-Files 2×19 — Dod kalm

Dod Kalm tenta montar um bom mistério, mas lhe faltam elementos que dêem credibilidade à história.

Acho que ouço o lobo à porta” — SCULLY, Dana

Os roteiristas de The X-Files, realmente, gostam de colocar os agentes em confinamento em um local que representa perigo iminente, sem a possibilidade de ação para a fuga prometendo para um público momentos de tensão. Que infelizmente não se concretizam. Afinal, estamos falando dos protagonistas. Desta vez para aumentar a sensação de perigo, resolveram explorar os limites. Existe ambiente mais ermo que um navio fantasma, perdido nas geladas águas da Noruega?

Um navio militar, abandonado por sua tripulação jovem saudável, mas que é resgatada em avançado processo de envelhecimento. Como Mulder tem acesso à essas informações, é um mistério. Mas ele pede a ajudar de Scully para investigar. Porém, sendo uma instalação militar e conhecendo a relação conturbada entre os militares e os agentes, sabemos que todas as informações que Scully busca, lhe são negadas.

Obviamente, Mulder tem inúmeras teorias sobre atividades extraoficiais do governo relacionadas à área. E os dois seguem para o Velho Continente e contratam os serviços de uma equipe para leva-los até o barco abandonado. Cada personagem praticamente com uma marca na testa (o que vai morrer, aquele que irá ser o vilão etc).

Uma série de acasos faz com que eles, finalmente, estejam confinados no navio, cuja cenografia, vale ressaltar, é excelente, conseguindo transmitir a sensação claustrofóbica e úmida do ambiente. Somente dois homens são encontrados com vida a bordo: o capitão, que tendo 35 anos, morre de velhice, e um “pirata” caçador de baleias, que, aparentemente, não sofre as mesmas reações físicas que o restante da tripulação.

Para além das teorias sobre tempo acelerado e meteoros, Scully acerta ao falar sobre radicais livre, sendo a água que estavam consumindo responsável pelo envelhecimento de todos. Somente a que vinha do tratamento de esgoto estava livre de contaminação, o que explica o bem estar do ‘pirata’, que estava usufruindo dela.

É interessante pensar que um item, aparentemente colocado aleatoriamente, tenha uma função tão importante na história: o enjôo de Mulder no mar, que foi o catalizador para a tensão no episódio. Mas precisamos falar sobre um dos elementos que fazem desse episódio um dos menos caprichados da série: a maquiagem.

Considerando que The X-Files já trabalhou com diversos Monstros da Semana e conseguiu se sair bem na caracterização deles, é de sentir um pouco de vergonha alheia se fazer uma séria crítica a maquiagem que envelheceu os personagens e tirou toda credibilidade do episódio. Uma máscara de látex não deve parecer uma máscara, nesse contexto.

Sobre os outros elementos de atuação, é preciso elogiar o trabalho de voz de Gillian Anderson que convenceu ao trazer rouquidão ao seu discurso. Mas, pode-se dizer que David Duchovny exagerou no excesso de tremores.

Além da maquiagem, a premissa do roteiro também foge da proposta científica da série. Desde sempre aprendemos que o processo de envelhecimento é irreversível, por isso, não se explica o retorno à juventude a partir de água e hormônios sintéticos. Se fosse assim, seria muito fácil fabricar uma droga de rejuvenescimento, não é?

Com uma caracterização do ambiente incrível, mas com uma história que pouco se sustenta, Dod Kalm, ainda assim consegue dar a Scully uma bela forma de homenagear ao seu pai, visto que é ela quem toma as notas de tudo o que acontece, tal qual um capitão faria.

Curiosidades dos Bastidores:

– “Experiência de Philadelphia” é o nome dado a um suposto teste com campos magnéticos, realizado em 1943, onde seria capaz de produzir a invisibilidade de um navio. Dizem que o navio e sua tripulação continuara a aparecer e desaparecer, portanto não puderam cessar seus efeitos.

– Dod kalm significa ‘morte calma’

[taq_review]

Fiquem com o promo do próximo episódio:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER