The X-Files 3×14 — Grotesque

Em Grotesque temos o protagonista na linha entre sanidade e loucura.

Seria o demônio algo nascido de cada um de nós? Encolhido nas sombras de cada alma humana esperando para emergir? Um monstro esperando para violar nossos corpos e trocar nossa vontade para fazer o que ele mandar? É este monstro que é chamado de loucura?MULDER, Fox.

Grotesque é um belo exemplo do capricho que existia na produção de The X-Files. Aqui temos um episódio onde cenografia e fotografia se unem tornando-se elementos primordiais do enredo.

Poderíamos pensar, após a cena inicial, que se tratava de um monstro típico de um Arquivo X, mas com o desenrolar da história, percebemos que não há nada mais monstruoso que o ser humano. E que, muitas vezes, para chegarmos até essa dimensão é preciso perder-se nela também.

Definitivamente, dá para contar nos dedos as pessoas do passado de Mulder que lhe são benéficas (um alô para os Pistoleiros Solitários). Desde os primeiros episódios, ficou claro que ter se voltado definitivamente para a busca d’A Verdade fez dele uma grande decepção para os demais dentro do FBI. Em Grotesque, mais uma vez, o passado de Mulder volta à sua porta, mas agora na figura de um ex professor de sua época de academia.

Não é estranho à realidade conhecermos mestres cujo ego é altamente inflamado, o que os leva a agir para além da ética quando se deparam com um aluno com capacidades para superá-los. Foi o que aconteceu entre Mulder e Bill Patterson (Kurtwood Smith). Havia um misto de admiração, medo, raiva deste por aquele.

Mas, uma lição o discípulo aprendeu: a dedicar-se ao caso de forma tal que mergulharam de cabeça naquela realidade, perdendo-se em meio à simbologia e o cenário. Scully teme por Mulder, por considerar a linha tênue entre loucura e sanidade — a qual já tinha sido ultrapassada primeiramente por John Mostow (Levan Uchaneishvili), mesmo que ele tenha alegado estar sob forças demoníacas.

Sobre a produção do episódio, que associação incrível a do roteiro! Gárgulas são figuras que mexem com o imaginário, mesmo que não conheçamos nada que envolva sua simbologia. É extremamente contraditório pensar em uma figura de aspecto demoníaco como símbolo de proteção contra o mal. E em Grotesque as temos sendo utilizadas como expressão da monstruosidade humana.

Em meio a monstros de argila (alguns contendo uma vida roubada dentro) e uma luz constantemente fria percebemos que uma obsessão pode destruir uma mente brilhante. Não a de Mulder, ele já encarou o mal antes. Desde o início, sua investigação, apesar de não parecer, mostrava um distanciamento quanto ao objeto. No caso de Patterson os três anos anteriores foram vividos com tanta intensidade que ele mesclou-se com a mente do assassino.

A grande diferença entre os dois é essa: enquanto Mulder encara o mal, de frente, sem medo; Patterosn o abraça, entrega sua mente de forma a não conseguir mais estabelecer os limites. Se esse mal é de origem sobrenatural ou apenas fruto dos sentimentos (ou insanidade) humanos, não podemos afirmar, ao menos nesse caso. Mas será que ele já não está em nós, esperando apenas ser alimentando com os pensamentos que lhe são adequados? É algo a se pensar.

Curiosidades dos bastidores

– A sequência inicial do episódio seria gravada em um hospital católico em Vancouver, mas os diretores não permitiram que a produção colocasse gárgulas na parte externa, por considerarem-nas como símbolos do mal;

Grotesque ganhou um Emmy de Melhor Cinematografia para uma série de TV.

Então, que tal dizer o que achou do episódio?

Abaixo, promo do próximo:

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER