True Blood 6×03 — You’re No Good

Inquieta está a cabeça de quem usa a coroa”. Autor Anônimo

Quando a frase mais marcante do episódio é citada por um personagem, mas parafraseada de um autor anônimo, devemos desconfiar que o episódio teve um roteiro fraco?

Talvez só isso explique o quanto You’re No Good nos enrolou neste começo de temporada. Além de não contar nada novo, ainda reforçou tudo o que já sabemos — a salvo raras excessões.

Já sabemos que Sookie tem sangue real de fadas. Já sabemos que o clima está cada vez mais tenso entre os vampiros e a humanidade. Ou podemos dizer “entre os seres fantásticos e a humanidade”? Afinal, a coisa também não está fácil para o núcleo dos lobisomens, que agora chacinam jovens inocentes apenas por gravá-los com suas tek pix.

true-blood-bill-fogo

É claro que cabe salientar que lobisomens e metamorfos são criaturas recém apresentadas a humanidade, de acordo com a mitologia da série. Beijos Luna!

Mas a reação da matilha de Alcíde, apesar de trazer um pouco de ação aos lobos inúteis, pareceu apenas uma tentativa vazia de causar impacto.

Usam de muita violência e sangue para estender um enredo sem carisma, no caso Sam raptando a menina loba. E inda por cima, Lafayette-Sem-Enredo entrando nesta roubada, sem o menor motivo. É de cagar no pau. E sempre achei que Lafayette era limpinho.

Será que não podemos esquecer todo esse grupo inútil de uma vez? Que pelo menos tivessem feito o contrário e todos os jovens matassem os lobos e metamorfos, nos livrando disso. A abordagem destes personagens, desde a terceira temporada, só deixa a série lenta.

E ainda nos enganou no ano anterior, reunindo os núcleos nos aposentos da Autoridade fazendo pensar “Agora vai. Agora tudo se junta e faz sentido”! No final, toda essa ladainha apenas reforçou a trama apática deles mesmos, com a “revelação” de Luna para o mundo. “Olha só, agora tem metamorfo”. Ah, vá…

Falando do que interessa, a filha do Governador Burrell nos apresentou para algo de valia, que muito amplia os conceitos de True Blood. Se estamos em clima de guerra, é claro que o universo da série ganha um campo de concentração. Daí sim os roteiristas marcam pontos por algo que amamos: referências.

true-blood-sookie

Em uma guerra na qual o principal motivo de luta é o medo e o preconceito, levantados pela propaganda de que vampiros são violentos (e sabemos que nem todos são), um campo de concentração é um ótimo paralelo com a maior experiência de guerra que nosso planeta já viveu. E você acha que tudo se completa quando descobrimos que lá são feitos experimentos? Que nada.

A cereja do bolo é imaginar que possivelmente é lá que todos os personagens morrerão, de acordo com as visões de Bill. Não em uma câmara de gás, como aconteceu na Alemanha Nazista, mas em uma câmera de raios UV. Genial!

Para completar, ainda descobrimos que Sarah Newlin é uma das líderes do movimento anti-vampiro. E que agora ela está envolvida com política. É um campo de concentração nazista evangélico!!!

true-blood-sarah-newlin

Mas, infelizmente, a genialidade do episódio parou por aí. No resto, assistimos um Jason apatralhado, uma Sookie conselheira, um Bill churrasquito especialista em levitar louças e um avô Dumbledore fugindo de um Vampiro que nem as caras deu. E ainda por cima se mancomunando com um rapaz-fada que ninguém nunca ouviu falar. Série, qual é a desse Ben, além de ser gostoso, seduzente e ficar com os botões da camisa abertos até o umbigo?

Pelo menos o lenga-lenga entre Sookie e Bill finalmente parece ter chegado ao fim. Tanto que o Vampirão está muito mais interessado nas filhas-fadas-adultas de Andy Bellefleur — não pelo mesmo motivo de antes, quer dizer…

Será que o sangue das quatro jovens fadas será tão poderoso quanto o de Sookie, princesa de Caça Talentos? Resta acompanhar os próximos episódios torcendo para que You’re No Good tenha sido apenas uma derrapada.

Confira agora o promo de At Last, o próximo episódio desta temporada. Ou veja o que nossa Baby Vamp tem a dizer esta semana em seu blog adorável.

Ponto alto do episódio: Newlin preso, encontrando Sarah.

Ponto fraco do episódio: Pode ser ele por um todo? Sério, decepção…

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER