True Blood 7×03 — Fire in the hole

Não! Eu já passei por isso antes.” — STACKHOUSE, Sookie

Finalmente o roteiro de True Blood reagiu, e com isso é notável que aquele potencial que a temporada final tem pode sim se tornar um grande evento e fechar com chave de ouro a história de Sookie e Bon Temps.

A instabilidade continua ali. Está impregnada na série desde a terceira temporada e não largou mais. Os plots completamente descartáveis também, mas neste episódio a série pareceu encontrar um ponto ao qual deve chegar. Mas por enquanto esse ponto ainda é desconhecido.

O episódio como um todo foi muito simples. Basicamente moldado por massacres e resgates de personagens que foram (e estão) sendo usados como estepe.

Uma coisa é certa: a dúvida sobre a morte de Tara não existe mais. A personagem realmente morreu, então a sensação de que está faltando alguém ali vai permanecer até o fim da série. E mais: Sarah Newlin está de volta.

Interpretada de forma amadora e caricaturada, a bitch do evangélio aparentemente não encerrou sua trajetória em True Blood. Acredito que essa seja uma tentativa de resgatar um pouco dos dramas originais que consagrou a série, porque com certeza isso não estava planejado desde o início.

true blood 7x03 sookie

Pelo visto Eric procura vingança por conta do Vírus V, e provavelmente também contra a Irmandade que teve envolvimento indireto com o enredo de Godric lá na segunda temporada. Mas isso é suficiente para trazer um vampiro milenar de volta à ativa? Ou Eric apenas procura finalizar alguma coisa antes de conhecer a true death? Até agora não foi explicado como ele sobreviveu na Rússia.

O drama de Sylvie e Eric foi mais uma tentativa de trazer à tona histórias do passado dos personagens. Às vezes isso funciona, mas às vezes a possível perda de um personagem que acabou de surgir acaba não tendo valor algum. Sylvie foi mais um exemplo disso.

Longe dali, em Bon Temps, a cidade entra numa batalha sem muito propósito. A população revoltada dessa vez pareceu não se importar muito em simplesmente massacrar aleatóriamente. Agora com razões infudadas, eles acabaram mostrando que são sim os bad guys da história. Essa percepção não foi apenas uma questão de narrativa. Como deixou bem claro a mãe de Hoyt, o negócio ali é acabar com quem lhes convém.

Já a interação de Bill e Sookie foi interessante de se ver. Anna Paquin não esteve em sua melhor forma neste episódio, mas acabou convencendo quando dizia que não amava tanto Alcide. No início do episódio Sookie chupou o sangue de Bill, e este quando ficou excitado recebeu um “eu tenho namorado”. Agora não tem mais. E aí?

No geral o plano de Sookie era ridículo, mas poderia dar muito certo, se Bill não tivesse sido derrubado pelo primeiro vampiro que viu. E também se os quatro grupos não tivessem se reunido na floresta simultâneamente. Sam e Alcide; Jason, Jessica, Andy e Violet; os revoltados de Bon Temps; e o grupo de vampiros contaminados. Todos chegaram lá ao mesmo tempo, e no que isso poderia dar? Em merda.

Desde o primeiro minuto da temporada ficou evidente que apesar da instabilidade, o roteiro não estava de brincadeira. Tara morreu, Eric doente e desta vez Alcidão levou a pior. Não bastava ter que passar o episódio inteiro sem roupa, tinha que levar um tiro no peito. E outro na cabeça só para não deixar dúvidas. Acredito que Sookie agiu certo em preferir não transformá-lo. Era o que ele provavelmente escolheria. E também porque o personagem nunca foi útil, muito menos se começasse com o drama “por que me transformou? Preferia estar morto a ser um vampiro”. Como a própria Sookie disse, já “passamos” por isso uma vez.

Desconsiderando as histórias paralelas sem muito sentido como Lafayett e James, e Willa, Reverendo e Lettie Mae, o episódio criou duas linhas narrativas: Pam e Eric em busca de Sarah Newlin, e os outros personagens em busca dos sequestrados.

Agora fica difícil saber se o plot dos H-Vampiros vai continuar, já que eles aparentemente foram derrotados nessa batalha. E depois dessas baixas no grupo dos revoltados de Bon Temps, também é difícil saber se eles vão ou não continuar lutando contra as criaturas sobrenaturais.

Depois de um episódio que acabou de uma forma bem inesperada, o ideal é que True Blood entre numa sequência de ótimos episódios, até porque, só faltam mais sete para o fim.

#TrueToTheEnd

PS: Lafayett e James parecem estar entrando mesmo num romance, mas aquele vai ser o único cenário e situação dos personagens? Really?

PS²: Por que diabos fazer Jessica levar um tiro se não morreria? E o lance de não estar curando? Se isso não for explicado, não vai passar de uma falha desnecessária na mitologia da série.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER