True Blood 7×08 — Almost home

O que estamos fazendo agora? É algo estúpido, não é? Claro que é estúpido. — DE BEAUFORT, Pam S.
Preciso pegar um pouco do sangue de Sarah para Bill. Ele está doente, Pam. Preciso ser rápido, ele contraiu de Sookie e a doença está progredindo rápido. — NORTHMAN, Eric
Claro que é rápido, é a Sookie. Tudo que ela quer tem que ser na hora.” — DE BEAUFORT, Pam S.

Tem que morrer mesmo!

Depois de toda essa caçada, Eric finalmente colocou as mãos em Sarah Newlin, e se curou definitivamente da Hepatite-V. Apesar de seu grito de vitória ter sido um tanto quanto inadequado, a situação foi ótima, e o mais importante é que Eric agora está bem. Da doença, digo, porque dos problemas casuais que o perseguiram durante toda a série, acho que ainda terá um trabalhinho pela frente para se livrar.

O episódio dessa vez foi um pouco diferente e tentou tratar de cada assunto de uma vez para passar ao próximo. Isso funcionou bem, e acabamos nos livrando de dois plots que não precisam ocupar as horas finais de True Blood.

O primeira deles foi o terrorismo de Violet. A cena foi rápida e toda a situação foi resolvida de forma sem muito problema, e acabou sendo um ótimo momento para o episódio. A forma que ela ameaçou cada uma de suas presas foi ótima, e me fez desejar ver um episódio paralelo só para vê-la cumprindo o que prometeu. Quem acabou salvando Jessica e Jason foi Hoyt. Irônico, não?

Hoyt, pelo visto, voltou para ficar, mas veio trazendo mais perguntas que respostas. Será o destino de Jessica ficar com ele? E se sim, o que seria de Jason? Ficar com a namoradinha de Hoyt? Não vejo uma forma possível de o roteiro desencadear isso de forma satisfatória em apenas mais dois episódios.

true blood 7x08 jessica

Outro plot que parece finalmente ter acabado é o de Tara, Lettie Mae e Lafayette. Tivemos boas cenas, mas no fim das contas Tara não queria mostrar nada demais. Pelo menos nada demais que agregasse tanto valor aos olhos do público. Acredito que agora Lettie Mae pode deixar a filha descansar em paz, e o momento em que Tara pede isso pareceu ser sua última cena. O que é uma pena, porque até hoje não me conformei com esse destino dado à Tara.

Felizmente, personagens secundários não tiveram muito tempo em tela. Andy e Holly não tiveram mais que uma ou duas falas, enquanto Arlene cuidava de seu bar, e Sam sequer apareceu, embora eu tenha a impressão de que o personagem possa ter grande destaque no próximo episódio.

E ideia de sintetizar o New Blood como um antídoto temporário, que causasse dependência do sangue para que vampiros contaminados continuem vivendo, encheu os olhos de Eric e Pam. Me fez imaginar quantos casos parecidos não devam existir no mundo. Eu ainda não vejo o porquê de toda a confiança que Gus depositou em Eric e Pam. Eles são um risco que uma máfia daquele porte não correria por simples apego àqueles vampiros.

Deixando de lado o fato de que foi muito conveniente a máfia ter deixado Sarah aos cuidados de Eric e Pam, deve-se analisar toda a situação.

Será que Bill pensa que ele não é digno o suficiente para sobreviver e ter uma vida ao lado de Sookie? Ou o buraco é mais embaixo? Ao longo da temporada fomos descobrindo mais sobre o seu passado, mas até agora nada justifica sua decisão em não tomar o sangue de Sarah. Não acho que tudo resume-se a pensar que ele faria melhor a Sookie estando morto. Todas as suas ações durante a quinta e sexta temporadas mostram o contrário disso. Bill Compton não é de desistir da vida.

Talvez o personagem esteja passando pela mesma fase que Eric estava quando foi encontrado por Pam: cansado e apenas querendo acabar logo com aquilo. Mas me preocupa pensar que só temos apenas mais dois episódios para resolver todas essas histórias, e convencer ou não Bill de se curar.

Depois dessa, não me importo muito se Bill vá sobreviver ou não. Me importo mais com o fim que seria dado à Sookie e a todos os outros relacionados a Bill, caso ela morra. E fora isso, ainda temos toda a história envolvendo Sarah, que eu duvido muito que a partir de agora ela vá apenas ser um objeto de estudo para a criação do New Blood.

Restam apenas mais dois episódios, e torço para que o roteiro dê uma boa amarrada em todas as pontas soltas, e que o clima dos episódios melhorem. E que, pelo menos no fim, a série resgate um pouco de sua essência e prove que True Blood merece todo o amor e adoração que sentimos por essa série durante essas sete temporadas.

#TrueToTheEnd

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER