True Blood: Top 5 da Season 5

Ai, gente, não resisti. A quinta temporada de True Blood foi tão bafônica que hoje vai rolar até um Top 5 diferente aqui no Box. Ao invés de elencar os cinco melhores momentos, ou algo do tipo, resolvi escolher 5 destaques, em ordem aleatória, e já vou avisando que nem todos são bons…

O vilão

O tão aguardado retorno de Russell Edgington não decepcionou. Seguindo a linha vilanesca do Coringa de O Cavaleiro das Trevas — King Russell só queria saber de se esbaldar em sangue — de preferência, de fadas — e curtir a vida. Até um novo amor ele arranjou, gente! Pena que agora ele se foi para sempre… Abaixo, você confere um dos melhores momentos dele na série, invadindo uma festa privada e participando do karaokê. Simplesmente hilário!

A decepção

Depois da produção alardear tanto a participação de Christopher Meloni, o mínimo que a gente esperava é que seu personagem, a tão misteriosa Autoridade, fosse algo marcante, bombástico, e que sua presença permeasse toda a temporada. A primeira parte até que se cumpriu um pouco, principalmente quando ele matou a criança-vampira, mostrando mesmo que era fod@o, mas como explicar sua morte tão prematura na metade da temporada? Fora que ainda não me conformei que ele não tenha aparecido nenhum vez peladão…

A reviravolta

Quem é Warlow? Essa é a pergunta que acabou ficando para próxima temporada responder… Mas foi uma reviravolta e tanto saber que Sookie é tão atraída por vampiros porque foi prometida para um desde muito antes de nascer e que foi o tal do Warlow quem matou os pais dela e de Jason. E essa cena deletada só botou mais lenha nessa fogueira…

A piada

… Ou tudo que Pam e Lafayette falaram durante toda a temporada. Aliás, foi um alívio ver Lafayette voltando a velha forma, destilando seu veneno por aí e abrançando sua veia mediúnica com todo humor que lhe é peculiar. E o que dizer de Pam que, ao lado de Tara, foi a melhor coisa da temporada? Ou alguém aí discorda que elas arrasaram??? Mas vamos ser honestos, nada foi melhor que a cena abaixo. Até porque as piadas involuntárias são as melhores, né?

A despedida

True Blood é uma série feita sob medida para nos divertir. Apesar de já ter mostrado tramas mais envolventes e sempre carregar uma crítica embutida em sua história, o papel principal dela é nos entreter com muito bom humor e cenas de tirar o fôlego. E é por isso mesmo que nada nos preparou para a despedida de Hoyt. Foi com um nó na garganta e uma lágrima no canto do olho que acompanhamos seu pedido desolado para que Jessica o fizesse esquecer dela e do outrora melhor amigo Jason, para que longe dali, ele pudesse construir uma nova história, sem a dor de seu coração partido. Snif… snif…

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER