TWD 3×08 — Made to Suffer [Fall Finale]

Que episódio foi esse? Tá, até o meio foi meio morno, mas deste ponto em diante foi um dos melhores episódios da série! Teve de tudo: personagem novo, personagem deixando a máscara cair, surpresas! Um episódio digno de fall finale.

Bom, conhecemos neste episódio um pouco mais do governador. Que ele é um cara ambicioso e controlador nós já sabemos, aqui fica claro que ele é a mais pura encarnação do líder absolutista, como Hitler ou Catarina II, da Rússia. Ele deixou bem claro que se algo estiver no caminho ele é capaz (e até com gosto) de passar por cima.

Aconteceu isso com Merle. No primeiro sinal de fraqueza de seu jagunço o governador não pensou duas vezes e entregou a cabeça dele de bandeja para o povo da cidade, acusado de traição. Uma bela jogada: ele convence o povo e Andrea que o ataque foi orquestrado pelo grupo da prisão, liderado por Rick. E foi mesmo! Porém a manipulação foi sutil, entre meias verdades, contando a história do seu ponto de vista, e, já que Merle havia dado sinais de que poderia titubear ao ver o irmão, usou-o de “exemplo” contra os traidores. O mundo como conhecemos acabou, foi tomado por uma epidemia mortal, mas o ser humano continua a se comportar como sempre: implacável, sorrateiro e traidor.

Mas o que despertou esse ódio no Governador? Ai que entra a melhor atriz da fall season Michonne, a mulher de uma expressão só. Ela resolveu acertar as contas com o Governador e, aproveitando a invasão, esperou-o em seu apartamento. Foi nessa sede de vingança que a nija de ébano descobre Penny, a filha do Governador, que ele mantinha em uma gaiola, na bizarra sala das cabeças no aquário (que estavam vivas… estranho…).

Como Michonne abomina os errantes, ela mata Penny (a fraqueza do governador) com sua Hatori Sato ninja e ai sim, desperta o pior dos desejos no ser humano: vingança. E a mesma vingança que fez Nina voltar da Argentina e ir atrás de Carminha e que leva B. a assassinar todo o Esquadrão das Víboras Mortais, incluindo Bill (Alo Uma Thurman!), será o fio condutor mid-season de TWD. Antes o que movia o Governador era o desejo de achar uma cura para a filha, de entender os errantes melhor, a fim de conseguir conviver com Penny. Agora, é o desejo de conquistar o mundo e acabar com as pessoas que lhe tiraram o último alento de humanidade (que ironicamente era uma errante).

A luta entre o governador e Michonne foi digna de Tarantino. Em várias ocasiões a trama flerta com o diretor, ao incluir uma ninja negra, como Vernita Green, na história. Essa proximidade entre os personagens de TWD e de Kill Bill possibilitou a inserção da referência cinematográfica na série, e nos rendeu uma das melhores cenas de luta do ano. E também nos contou a origem do tapa-olho que o governador usa nos quadrinhos (não sei vocês, mas a imagem dos quadrinhos que eu vi ele tinha um tapa-olho).

E agora, o que esperar? Mais cinco pessoas entraram no presídio, uma infectada. Nessa hora Carl mais uma vez prova que eu posso estar certo: ele tem mais maturidade para liderar o grupo que os outros. Ao encarcerar os novos visitantes numa cela segura, com água e comida ele se mostrou inteligente, solidário, seguro e maduro. Apesar de pontuais as aparições do garoto na trama, elas são sempre cercadas de muito significado para a história. Eu não me espantaria se ele fosse um novo líder.

Eu não acredito que Merle e Daryl vão morrer na Cúpula do Trovão na arena dos gladiadores de Woodborry. Os personagens ainda podem render uma boa trama. Já quem morreu foi o prisioneiro negro, que nada acrescentou à trama em sua passagem. Glenn e Maggie estão salvos, mas o grupo ainda precisa de Daryl, que, como seu irmão Merle, desempenha um papel importante no grupo da prisão, que é excelente atirador e não teme os errantes.

Neste ponto, temos as diferenças entre Rick e o Governador. Apesar de os dois prezarem pelo bem dos seus grupos, Rick faz pela sobrevivência de sua família, Carl e Judith, e o governador faz por ter perdido sua família. Ambos os grupos vão se enfrentar no começo da próxima temporada e essa briga promete.

Bem amigos, ficamos por aqui, o Box voltará a fazer as reviews de TWD logo que a série reestreie em fevereiro. Até lá!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER