TWD 3×16 — Welcome to the Tombs [Season Finale]

Vou te contar um segredo: se você elimina uma ameaça, não há vergonha nenhuma em gostar disso.” — Phillip, o Governador

O que faz uma grande série? Principalmente uma grande trama, onde, apesar de estarmos em temporadas avançadas, ainda é capaz de nos surpreender. Acredito que esta season finale de The Walking Dead renderá muita polêmica ainda, principalmente pelo destino traçado para personagens que nós gostamos, mas ter coragem de matar personagens queridos é para os fortes e me rendo em aplausos ao roteiro deste episódio.

TWD 3x16 Phillip

O mistério está desfeito: o grupo de Rick, ao simular a fuga da prisão e atrair o governador e seus capangas para as tumbas da prisão montam uma armadilha perfeita, na qual o grupo liderado por Phillip, que estava em maior número, se assusta e perde a motivação para atacar o grupo da prisão, pois não contavam com o elemento surpresa. Assim o grupo que tinha em sua melhor arma o número de guerreiros acaba desmontado e afugentado.

E é nessa hora que o Governador mostra quem ele realmente é. Motivado pela ira e pelo desejo incontrolável de vingança, ele não aceita a deserção de seu grupo e mata todos. Bem, quase todos. Karen é deixada viva para que possa contar os horrores do Holocausto do Governador. Toda grande tragédia só existe se há algum sobrevivente para relatar como ela aconteceu. O grande ditador, e um dos protagonistas dessa temporada, viu em seu fim o império que ele construiu desmoronar, tanto que nem teve audácia de voltar a Woodbury para inventar mais uma de suas mentiras, que não colariam.

É o fim de Phillip? Espero que não, e que ele esteja presente na quarta temporada, pois se mostrou um personagem rico, contestável e macabro, tudo que a gente ama!

Junto a Phillip surge Andrea, que de abandonada no final da segunda temporada, segue uma jornada heróica até esta season finale e acaba mordida por Milton. Na ânsia de encontrar o melhor nas pessoas e querer resolver na base da bandeira branca, Andrea paga com sua vida. Após ser resgatada de uma doença, se envolver com o ditador e mediar à paz entre dois grupos que não poderiam viver sem a guerra, ela é a vitima do governador que mais vai fazer falta à série.

Emocionante lembrar-se do conselho que Rick deu a Andrea quando esta decidiu matar Amy, no momento que ela virou errante. Após esse evento da primeira temporada, Andrea mudou muito. Virou uma guerreira valiosa, foi protegida por Michonne quando precisou, sentiu as dores e as delícias de Woodbury. Foi a mocinha desta temporada, a seu modo, na medida em que o mundo pós-Apocalipse zumbi permite. Vocês não acham que faltou um “eu te amo” de Michonne para Andrea na cena final?

TWD 3x16 Andrea

Enquanto a guerra, ela não passou de uma conjuração, onde os lados mostraram suas armas, suas intrigas e seus personagens. A escolha de não abandonar a prisão ainda pode custar muito ao grupo liderado por Rick, uma vez que eu tenho certeza que o Governador não se dará por vencido. Acredito que ele irá para um exílio, vai recompor seus guerreiros protegidos em uma nova comunidade e voltará para acertar as contas com Rick. Este é o meu desejo.

Vejamos como os personagens cresceram. Beth, a filha mais nova de Hershell, além de assumir o papel de mãe no lugar de Lori está começando a mostrar que pode ser uma guerreira também. Não me lembro dela matando errantes antes dessa season finale (me corrijam, por favor, se eu estiver errado). Carol é uma sobrevivente, e junto a Hershell, está se tornando uma espécie de cacique da tribo, uma sábia, com conselhos certeiros e a palavra certa na hora certa.

Eu fiz o que eu tinha que fazer” — Carl

Chegamos a Carl. Desde que assumi as reviews de TWD eu venho reparado na maturidade do garoto, na adaptabilidade dele e na visão nada infantil que ele tem do mundo atual. Ao matar seu primeiro vivo, ele se mostra capaz de fazer qualquer coisa pelo bem do grupo e por sua sobrevivência. O sermão que ele deu em Rick, sobre se ele tivesse feito das suas escolhas anteriores a mesma que o garoto fez frente ao jovem que estava fugindo, eles não estariam nessa situação. E eu concordo com ele. É a lei do mais forte. Pois uma hora eles terão que escolher entre estarem vivos e matar pessoas que lhes ameaçam ou morrer. I guess I’ll die another day. Esta é a certeza que eles têm, seja por morte natural ou por mão dos errantes. Sobreviver é mais importe que viver? Vale a pena qualquer coisa para sobreviver? Esta é uma questão para Dr. Freud.

TWD 3x16 Carl

Foi um excelente episódio. Não tenham dúvidas. Mas eu espero muito que a quarta temporada não cometa os erros da terceira, em transformar histórias frias em episódios inteiros. A terceira supera a segunda, acredito nisto, e é tão bom ver que esta season finale teve o mesmo ritmo dos primeiros oito episódios desta temporada, vamos fazer uma oração para que Nossa Senhora dos Errantes ilumine a cabeça dos produtores e faça uma quarta temporada com episódios enxutos, no máximo 12.

Para finalizar, deixo a minha admiração por Michonne. A nossa Ninja de Ébano fez toda a diferença nessa temporada e guiou grande parte dos acontecimentos. Ela merece mais uma temporada intensa.

Duvidas que não querem calar:

1. A gasolina é eterna?

2. Rick se livrou de seus fantasmas?

3. Carl vai ser um novo Rick ou um novo Governador?

Até a próxima temporada, amigos!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!