TWD 4×05 — Internment

Você não pode me proteger do que está acontecendo.” — GRIMES, Carl

Moral é uma palavra que deriva do latim, e, em nossa língua mãe, quer dizer “relativo aos costumes”. O que eu venho tentado discutir com as reviews de The Walking Dead é onde estão os valores morais de uma sociedade fantasiosa? Quais são estes limites? Eles são iguais aos nossos?

Creio que o conceito de moral está sendo construído a partir das possibilidades que o mundo, imerso no apocalipse zumbi (e eu volto à etimologia da palavra apocalipse que quer dizer tirando o véu, algo como a verdade nua e crua sem as convenções que a moral e a ética exigem, uma espécie de exposição do ser) e frente à feroz necessidade de sobrevivência. Este instinto animal que ainda guardamos no fundo de nossa consciência, mascarado por perfumes e carros blindados, perde-se na série. Sendo assim, por mais que me cause estranheza as atitudes de Carol no episódio passado, eu consigo entendê-la (e eu quero deixar bem claro aqui que entender não é sinônimo de agir igual, ok? Mesmo porque eu não duraria dois minutos nesse mundo).

Os ecos das atitudes de Carol estão encravados nos personagens, mais que o cheiro de carne em putrefação que esse mundo deve ter. Sim, vocês não serão nunca mais os mesmos. Isso desde que o primeiro walker surgiu, e tentar viver como se nada tivesse acontecendo, como se essa nova espécie não existisse, não é opção válida. Tem-se que aprender a conviver com as descobertas, os erros, as epidemias. Uma pessoa que morre, vítima da gripe suína da prisão pode por a perder toda uma sociedade. E não vale a pena manter a vida de um e arriscar a vida de muitos. Os zumbis estão tomando conta, é um fato.

TWD 4x05 1

Agora, e para encerrar a discussão sobre Carol (até que ela volte linda e esclareça de vez o que aconteceu) quem garante que a esposa de Tyreese e o outro cara que estava com ela não estavam em estado terminal? Quem garante que Carol apenas os ajudou ao invés de ser essa vilã que está sendo pintado para ela? Mil coisas podem ter acontecido, e eu voltarei a tocar neste assunto assim que a série nos der outras dicas, ok guys?

Foi uma das coisas mais angustiantes que eu já vi na vida a entrada dos zumbis na prisão. E como eles estão se concentrando ao redor destas cercas, não é? A impressão que passa é a que a prisão é o único refúgio humano na região. Como os humanos estão ficando escassos, e a gente já viu algumas concentrações de zumbis em outros lugares, como no supermercado e na universidade, a tendencia é que os ataques se tornem mais numerosos e desesperados. Imaginem-se com fome, e sua comida está cada vez mais rara. Quando encontra-se comida é um desespero mesmo. Isso pode ser um dos grandes problemas, as hordas cada vez maiores de zumbis.

Impressionante também o desfecho dos dias dos moradores do isolamento. Mais alguns moradores de Woodbury mortos e a pequena Lizzy entendendo, assim como Carol entendeu, o que é esta nova realidade e como agir frente a um ataque. Ela ainda não tem a coragem de agir, de matar, mas tenho esperança que fará quando for necessário. Isso me lembra um pouco o dilema de desligar ou não as máquinas quando os médicos declaram morte cerebral nos pacientes. Uma parte de nós, a razão, diz que é melhor desligar pois aquela pessoa não terá mais vida. Outra parte, a emoção, espera por um milagre. Como agir frente à situações extremas? Razão ou coração?

E por fim os melhores 3 segundos da quarta temporada: PHILLIP, THE GOVERNATOR IS BACK! E com muito sangue nozóio viu? Coincidência ele ter voltado agora que Carol foi expulsa? Sei não, viu, só sei que a espectativa de volta do personagem que marcou a terceira temporada é muito grande, pois ele é articulador, enganador, perverso, sedutor: tudo que a gente ama nos vilões.

O próximo episódio, Live Bait, vamos mergulhar mais no mundo do Governador e nos deliciar com a volta dele para a série. Ansiosos, né? Olha a promo ai abaixo para matar nossa curiosidade. Até lá!

PS: Cansei de Glenn, Maggie e Hershel, sério.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER