TWD 4×08 — Too Far Gone [mid-season finale]

– O que será dela (Megan) neste mundo? — Lily
– Ela será uma sobrevivente” — Brian

Duas palavras definem este episódio de The Walking Dead: sobrevivência e coragem. Quando o tema da sobrevivência foi posto a prova na série (na grande maioria dos episódios) restou aos personagens saber como atingir este objetivo. Não se trata de viver, com preceitos morais, conforto ou relações justas de trabalho e sociedade, mas sim resistir, enfrentar, atravessar, escapar (obrigado Aurélio). Neste sentido, faz-se de tudo para ir além, manter-se, chegar ao próximo dia.

Phillip/Brian nunca quis sobreviver. O objetivo dele, como alma inquieta, era conquistar. A sobrevivência, na visão dele, é para os fracos. Ele é e pode mais que isso. Ele é líder nato, tem carisma e reúne multidões ao redor dos seus objetivos, que nem sempre são os mesmo que do grupo que ele lidera. E, como vimos nesta temporada, ele não dá tempo aos indecisos do grupo pensar no que estão fazendo. Tara foi a primeira a demonstrar fraqueza. E o que Phillip fez? Tratou de inicia a guerra antes que seu exército titubeie.

Porém, além do conquistador, Phillip também é vingativo, arrogante, não aceita perder. E essa característica foi a ruína do Governador. Ele moveu seu último peão na guerra contra Michonne e Rick e saiu perdendo. Conviver não está nos planos de Phillip, ele quer tomar a prisão para ele, e, para tanto, conta com um tanque de guerra. Ao pensar estar com grande vantagem frente ao grupo da prisão, ele desbrava as cercas do mundo feliz de Rick e parte para o ataque. Depois de decapitar Hershel, com a espada de Michonne (tá, vamos pensar: qual a falta que ele vai fazer?), ele atiçou a ira do grupo da prisão e iniciou o confronto final da guerra que vem se desenhando a três episódios. Na verdade que vem sendo armada desde o final da terceira temporada, quando Phillip começou a elaborar seu plano santo.

TWD 4x08

Depois de uma epopeia dantesca, na qual Phillip foi ao inferno atrás de sua motivação e voltou com força para entrar no paraíso, ele sofre sua segunda derrota. Perder Woodbury foi demais para o Governador, mas perder a vida (será?) é o fim de um dos personagens mais instigantes e ricos da série.

Enfim, a prisão não é mais de ninguém. Foi destruída pelo poder da guerra, foi invadida por uma horda de zumbis famintos, perdeu a segurança que possuía. Uma grande fase na vida do grupo composto por Rick, Daryl, Maggie, Beth, Glenn e Carl foi deixada para trás. Neste tempo, Michonne se tornou peça fundamental no grupo, pela proteção, perseverança, confiabilidade que ela ganhou dentro do grupo. Agora fragmentado e contando com o pessoal de Tyresee, alguns sobreviventes de Woodbury e as crianças, esse pessoal tem o mesmo fim de Carol: a estrada, com suprimentos limitados, carros que não tem mais que um tanque de gasolina e praticamente nenhuma comida. Sim Rick, o mundo achou seu equilíbrio. Quando Rick escolheu, a despeito de um conselho que havia sido formado, expulsar Carol do grupo, ele começou a desfazer de pessoas que o acompanham desde o início da epidemia zumbi e quer eram confiáveis.

Vingança do tempo? Ou consequências de ações impensadas? O certo é que Rick tentou, mas não muito, manter a prisão como um lar num mundo onde esta palavra, lar, não se aplica mais. Se Megan sobrevivesse à este mundo, muito em breve seria obrigada a se comportar como Carl, Lizzie ou Mika, impiedosamente. Ao tentar mantê-la fora deste mundo, que é o único possível após o apocalipse zumbi, eles selaram a sua morte.

E prova mais uma vez que Carol estava correta. Ensinar os jovens a arte de mata, seja zumbis ou outro tipo de ameaça, ela garantiu que as meninas Chambler pudessem sobreviver. E continuar. E ter um novo dia de lutas. Este grupo todo viveu durante muito tempo se escondendo do mundo atrás das grades da prisão, e a única que levava realidade para dentro foi Carol. E Rick, que não quis enxergar essa realidade por muito tempo (para não surtar, acredito) será obrigado a voltar a viver em risco eminente, com medo de fechar os olhos, com dificuldades para achar alimento, munição, combustível. Zerou a série e começou tudo de novo? Voltamos à primeira temporada? Espero que sim.

Vamos ter que esperar até dia 9 de fevereiro do próximo ano para saber como se comportarão as personagens, se formarão novamente um grupo, e qual será o destino dos ex-integrantes da prisão. Até lá. E que coragem dos roteiristas em matar Phillip, viu? Me chocou.

P.S: Ok, vamos aos absurdos: todos os dias tinham pelo menos 20 zumbis na cerca, onde eles estavam na hora do ataque? No banheiro?

P.S.1: Quanto tempo demora mesmo para virar um zumbi? Os mortos da epidemia na prisão demoraram minutos, e Megan? Não tinha que ter virado zumbi no colo da mãe?

P.S.2: Um tanque e um batalhão de pessoas armadas passam do lado de Rick e ninguém vê Como assim?

P.S.3: Só eu fiquei com vontade de ver o Governador matar Rick?

P.S.4: Estou errado ou Judith estava dentro do ônibus que deixou a prisão?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER