Tyrant 1×05 — Hail Mary

[Voltei] Para tentar impedir meu irmão de cometer os mesmos os erros do meu pai”. — AL FAYEED, Bassam.

Trocar uma tirania por outra. Quando Samira reconhece isso diante da possibilidade da fuga de Ihab Rashib durante o ataque das forças do General Tariq, ela descobre não só os problemas de Abbudin, mas de todo o mundo. As pessoas no Oriente Médio lutam para derrubarem seus governos ditatoriais. No entanto, muitos deles ainda não perceberam que estão mudando apenas os cachorros; as coleiras continuam as mesmas.

Ihab Rashib provou que é um líder falho. Talvez pela juventude, talvez pela inexperiência, o rapaz mostrou que, no fundo, é bastante mimado e tão extremista quanto Jamal. Convocar seus irmãos à luta, mas não estar ao lado deles durante a artilharia parece uma atitude bastante covarde. Ele emula os discursos de grandes líderes do passado, como Guevara, mas não posiciona-se como um.

Jamal também é bastante limitado como comandante do país. Altamente volúvel e influenciável, quase comete o seu pior ato como presidente apenas por dar ouvidos à sua esposa e ao General Tariq. No entanto, ele possui uma qualidade primordial a qualquer ser humano: a capacidade de dar meia-volta em seus atos. Pena que essa meia-volta restrinja-se apenas aos fatos apontados por Bassam. Em outros, Jamal continua o mesmo tirano enlouquecido de sempre.

Tyrant 1x05

Nusrat deseja o divórcio. Desde que foi abusada em sua noite de núpcias por seu sogro, não consegue deitar-se com o marido. Ela recorre aos seus pais em busca de auxílio. E é neste ponto que Jamal exerce todo o seu poder. Não só não aceita o pedido de divórcio, como ainda desfere um tiro contra o pai da nora e praticamente a obriga continuar com Ahmed. Como bem lembrou o pai de Nusrat, ela é uma jovem frágil. Até quanto tempo ela aguentará o peso dessa violação sofrida?

Molly Al Fayeed descobriu que seu sobrenome tem grande peso em Abbudin. Depois de flagrar sua empregada Reema furtando um frasco de vicodin, foi a fundo para descobrir as razões. Acabou conhecendo a triste realidade de quem ousa se manifestar contra a o regime governamental de Abbudin. Qualquer revoltoso pode ser preso (qualquer semelhança com o que acontece no Brasil recentemente não é mera coincidência). Nessas horas, dizer que é uma Al Fayeed abre as portas.

Aliás, Molly é uma personagem que vem crescendo muito em Tyrant. Começou como a insossa esposa de Bassam e hoje tem se tornado uma chave fundamental para o marido e, aos poucos, trilha seus próprios passos dentro da série, sendo mais que um acessório. Sua relação com Reema poderá ajudar nesse aspecto.

Bassam mantem seu papel junto ao governo de Jamal: impedir que o irmão cometa os mesmos erros que o pai. E ele tem conseguido. Para tal, apelou para o pai de Ihab Rashib, o Sheik Rashib que, anos antes, também tentou, sem sucesso, um acordo de paz com o pai de Bassam. As cenas em que ele foi se encontrar com o Sheik tiveram a tensão necessária para deixar o espectador com os olhos grudados na tela. Ainda bem que o bom senso acabou prevalecendo.

Tyrant consegue outro ótimo episódio. Ainda que a ausência dos filhos de Bassam, Emma e Sammy, bem como do affair de Sammy, tenha sido sentida, foi compreensível. Não haveria espaço em um episódio tão tenso e político para as peripécias amorosas dos dois moços. E o mais interessante é perceber que os episódios terminam de uma maneira que os conflitos propostos no dia não estejam totalmente solucionados. É uma grande metáfora para mostrar que os problemas políticos também são assim e demandam tempo e paciência. Perfeito.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER