Uma segunda chance em Gravity

Imagine você tentar o suicídio e, de alguma forma, sobreviver. Como lidar com isso? Com o fato de você ter tentado acabar com a própria vida e não ter conseguido. Ou ter se arrependido… Esse é o tema central de Gravity, série do canal americano Starz, que durou apenas uma temporada.

Gravity acompanhava, misturando drama e comédia, um grupo de apoio que, por meio de terapia, ajuda pessoas que tentaram o suicídio, mas sobreviveram. Além de mostrar as histórias individuais dessas pessoas, a série também abordava o relacionamento entre elas, que tinha algo tão profundo em comum.

Mais do que tratar do suicídio em si, Gravity mostrava a segunda chance de viver daquele grupo, liderado pelo bondoso Dogg McFee (Ving Rhames). Ex-jogador de baseball, ele é o membro que mais exerce influência entre os outros companheiros. O grupo contava com Lily Champagne (Krysten Ritter, Breaking Bad), uma vendedora de maquiagem depressiva que teve uma visão ao tentar se matar, o que lhe permite aproveitar melhor sua segunda chance. Ela se envolve com o católico fervoroso Robert Collingsworth (Ivan Sergei, Charmed, Jack & Jill), um oftalmologista que tentou suicídio após ficar viúvo dois anos antes, quando sua esposa morreu de câncer.

O detetive Miller (Eric Shaeffer) também integra a terapia. O policial acaba se interessando por Lily ao investigar sua tentativa de suicídio. Isso faz com que Miller acabe se metendo na vida da moça e de Robert com frenquência. Também estão no grupo Shawna Rollins (Rachel Hunter), ex-top model que perdeu a fama; Jorge Sanchez (James Martinez), um operário da construção civil que sofreu de depressão; Carla Glick (Robyn Cohen), que se arrepende profundamente por ter tentado se matar; e o jovem Adam Rosenblum (Seth Numrich), um músico de apenas 17 anos, solitário e infeliz.

Morte, vida, amor e esperança. Todos esses elementos, juntos, fizeram de Gravity uma grande tentativa de apresentar uma série humana, com histórias que poderiam ser reais — se não fosse o humor no meio de tudo isso. A abordagem cômica não agradou a crítica e o dramédia acabou sendo cancelado após dez episódios.

Criada por Jill Franklyn em 2007, a série se chamou Failure to Fly e Suicide for Dummies antes de se tornar Gravity em 2010, já com a colaboração de Eric Schaeffer. Foram encomendados dez episódios e a série, após fracasso, terminou no mesmo ano.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER