Under the Dome 2×05 — Reconciliation

Maybe, benevolence isn’t such a bad quality in a leader.” — PINE, Rebecca.

Respondendo as perguntas do review anterior:
Ainda não sabemos porque Sam matou Angie, e se foi ele quem matou (tentou matar?) Melanie. Melanie e Joe não são um casal, mas rolou toda aquela cena dramática de beijo na outra (Melanie) e pedido de desculpas (com direito a eu te amo, para Norrie), bem 1980 (que eu geralmente gosto — podem me julgar). A cidade já não confia tanto em Big Jim, porém não desconfia tanto também, e a questão entre ele a esposa não voltou a ser um tópico — infelizmente.

Sam enrola James enquanto se certifica de que as páginas importantes do diário estão seguras. Estão, e nós descobrimos o “conteúdo” de algumas, um retrato de Angie e das quatro mãos — é claro, óbvio que o James iria falar quem eram as outras. Soltei um sonoro PARABÉNS, mas achei a cena toda meio fraca. Esse tipo de direcionamento óbvio sempre me deixa entristecida quanto ao roteiro, parece preguiçoso — e fatalmente, sem graça. Bem como a a mesma dupla em uma das cenas finais, em que eles encontram um desenho na parte de trás da pintura.

Entretanto, porém, contudo, o estoque de Andrea foi bastante diferente. Achei interessante como ele foi mostrado, até porque, a mulher é claramente uma acumuladora — que torna a situação mais crível.
Julia como ~chefe da cidade~ é bem razoável, por ela não ser uma pessoa acostumada a liderar, o desconforto é notório (o que é bacana também). Quando ela, antes do julgamento, fala sobre a situação da alimentação na cidade e do seu plano, e como as pessoas respondem a essa ideia foi natural também. Possivelmente, os figurantes estão arrasando mais na atuação do que personagens principais.

Under-the-Dome-2x05

O Phil. Gente, que decepção. O personagem, que tinha muito pra crescer está ficando progressivamente pior. Ele atirou no Wendell (que não era ninguém até então, apareceu e já morreu — saudades) e até aí tudo bem, mas o diálogo entre ele e a Julia e a atuação pobre nas cenas melhores — como a do estoque, me fazem questionar a necessidade dele na série. Será que ele vai morrer?

A melhor interpretação sem sombra de dúvida é do Big Jim, de dar arrepios e o direcionamento do personagem cada vez mais complicado e dramático — é uma das melhores coisas da trama.
A explosão, foi surpresa. Mas a cena, não ficou muito boa. A parte inicial da explosão, na verdade, mas a camera girando enquanto o Barbie se levanta eu curti. E a cena posterior com o desespero da Julia, foi provavelmente uma das melhores cenas dela — dessa segunda temporada.

Os dois cliffhangers do final, a análise do sangue do trio teen e finalmente o que há no armário da Melanie. Um túnel. Quem apostou que ele é a saída da redoma — não sabe se está certo ou errado, mas em breve nós saberemos, será?

Uma prévia do próximo episódio:

Que tempestade é essa?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER