Verdades e Mentiras: Star Wars, a série

Star Wars, ou Guerra nas Estrela, já foi um monte de coisas. Nasceu como filme (chegou a seis deles), gerou uma lista enorme de subprodutos, que incluem livros, jogos de video-game/computador e até desenho animado! Isso para ficar só no oficial, senão a gente pode dizer que virou filme pornô 3D (aposto que tem a frase ‘show me your lightsaber’!) e muitas outras coisas.

O mote deste conglomerado pop até que é simples: um grupo de justiceiros se rebelam contra a tirania de um Império que reprimiu a ordem da República Galáctica. O vilão, Imperador Palpatine (Darth Sidious), se esconde às sombras de um símbolo do mal, Darth Vader! Os heróis são escolhidos por forças ocultas que tem por objetivo salvar a humanidade da era da escuridão.

Esse é o básico que você precisa saber caso não seja deste mundo, afinal esta é uma das marcas que possui maior número de fãs! Número que, aliás, continua crescendo. O segredo é que a franquia se renova sempre. Como escrevi, foram seis filmes, porém George Lucas, o criador do mito, sempre traz novidades nas mais diversas plataformas. Um dos sonhos dos fãs é que a próxima plataforma finalmente seja a TV.

E eles sempre vivem com a impressão de que o sonho está para se realizar, como já dissemos por aqui antes. Mas o que sabemos sobre a saga de Star Wars na TV? Depois de todas as histórias contadas, ainda há tramas a serem exploradas? Seria tudo isso uma grande lorota?

O IMDb não traz garantia de oficiliadades, mas na maioria dos casos é uma fonte segura. A série tem até página própria lá dentro. Fora isso, a equipe liderada por George Lucas, incluindo o próprio, já falou diversas vezes sobre o assunto. Que a ideia existe e saiu da cabeça de George Lucas é certeza.

A série de ficção tão prometida baseada em Star Wars pode mesmo sair, mas não será mais uma animação. Com elenco capaz de aguentar uma trama dramática, cogita-se até que ela deverá estrear em 2011 (no máximo, 2012). George Lucas será o produtor-executivo. A história deve ocorrer entre os eventos de Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith e Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança.

Até hoje, todavia, não há um título oficial, apesar do plano ter sido anunciado em abril de 2005 por Lucas, durante o evento nerd Celebration III Fan Convention em Indianapolis, estado de Indiana, Estados Unidos. É claro que o foco não será nos personagens principais da trama, pois isto fica um tanto impossível já que eles estão meio velhos para retornar na pele de jovens rebeldes — apesar de ser da FOX, o plano não é fazer como em The OC, que tem adolescentes de 30 anos nos papéis principais.

Mas serão personagens do universo Star Wars, pelos quais os fãs da franquia rapidamente deverão criar certo vínculo — o que é necessário para que tal história seja contada, afinal tudo depende de audiência. Aliás, espera-se que esta audiência acompanhe o programa por pelo menos 100 horas, já que o plano é ter 100 episódios de uma hora cada.

Durante a edição européia do Celebration, no ano de 2007, o produtor Rick McCallum explicou que o programa teria potencial para uns 400 episódios — isso em média rende 17 temporadas! Mas a história não seria contada em apenas um programa. “É o tipo de coisa que poderia ficar no ar por anos e anos. Uma das ideias é que tenhamos múltiplas séries rolando depois de um ano ou dois”, diz McCallum se referindo a possíveis spin-offs. Seriam no mínimo quatro programas focados em diferentes personagens.

Em março de 2009 a atriz Rose Byrne (Damages), que participou de O Ataque dos Clones, revelou para a MTV que alguns de seus amigos de elenco estavam fazendo testes para a série. Um produtor de elenco australiano, Zie Rad, seria o responsável pela escolha dos atores na época, mas nada oficial foi declarado sobre o resultado de tais testes.

Apesar disso tudo, a edição de maio do mesmo ano da revista oficial sobre a série, Star Wars Insider — Edição 109, confirmou que os roteiros nem tinham sido escritos ainda. Na época, disseram que a produção começaria apenas em 2010.

2010 chegou e em maio, durante a comemoração de 30 anos da estreia de Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca, que aconteceu no Field Museum, em Chicago, perguntaram a Lucas sobre o projeto da série de TV. Ele admitiu que a produção do programa estava sendo mantida em pausa, mas que já havia alguma evolução quanto aos roteiros.

“A série está parada, pois já temos os roteiros, mas não sabemos como produzí-los. Eles literalmente são bem Star Wars, mas temos que fazer tudo em um custo bem menor. E isso é desafiador… É bem maior do que acreditamos que seria. Faremos algo que, em média, custa 20 milhões, por 1 milhão.”

O motivo de tanto custo? O projeto fotográfico da série tem por objetivo retratar diversas paisagens e para isso seriam usados os mais diferentes locais do planeta como cenário. A base de produção seria a cidade de Sydney, na Austrália, segundo McCallum. A gravação será com câmeras HD, como o próprio Callum confirmou durante a coletiva de imprensa do lançamento do DVD de A Vingança dos Sith. A produção começaria em 2006, mas até agora nada.

O papel de Lucas no projeto seria o de produzir a primeira temporada e deixar que outras pessoas sigam na organização do projeto a partir de então. O mesmo aconteceu em um projeto anterior de Lucas, The Young Indiana Jones Chronicles, seriado que contava a juventude de outro ícone do cinema, Indiana Jones.

Personagens e Histórias

Sobre o plot da saga, segundo Geroge Lucas “Muitas complicações dos filmes serão conectadas, mas você não verá necessariamente muitos personagens conectados.”

Já quando o assunto é roteiro, McCallum comenta que “Nossa meta são aproximadamente 100 horas de história que se passam entre o episódio III e IV, com diversos personagens que ainda não conhecíamos ou que pouco desenvolvemos em histórias que já contamos. Estamos bem contentes com isso. Quando a série acabar, acredito que teremos respondido tudo que os fãs se perguntavam”.

Em uma entrevista de 2006 perguntaram a McCallum sobre o programa e ele deu algumas pistas sobre personagens e tramas. “Pense em um caçador de recompensas. Isso é tudo o que podemos dizer até agora.” Sobre o estilo da série, o mesmo ainda disse que a coisa seria muito mais sombria do que nos acostumamos a ver, além disso muito do apoio e base do projeto seria a própria história dos personagens.

Para os mais curiosos, vale até investigar outras plataformas onde a série tem sido contada para tentar adivinhar o que ela poderia trazer na TV. Uma boa pista pode ser o fato de Lucas instruir os roteiristas da série Star Wars: Republic, que rola em quadrinhos, a não matar o personagem Quinlan Voz. Será que ele pode estar na série de TV?

Lucas chegou até mesmo a escrever uma sequência para ele em A Vingança dos Sith, mas o personagem só chegou a ser citado no cinema. Isso quer dizer que o personagem é fraco? Claro que não! Apenas que a história dele ainda tem coisas não exploradas.

O que esfria um pouco os ânimos dos fãs é a informação de que Darth Vader não será incluso nesta nova saga. Além dele, também não veremos Palpatine ou qualquer outro personagem Jedi que já vimos. O Imperdador e Darth Vader serão citados apenas. As pessoas comentam sobre eles, mas nunca serão vistos, pois a história não se passa próximo de onde eles estão neste período. Teremos stormtroopers, mas nem sinal de Jedis.

Valeria a pena acompanhar a história dos rebeldes sem os verdadeirs heróis da saga? Ou há muitos outros heróis que nem chegamos a conhecer? O que nos resta é desejar que a Força esteja com George Lucas, pois para um projeto tão ambicioso, é preciso poder de Jedi!

Fonte: Digital Spy e ScreenRant

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!