Veronica Mars: a eterna jovem espiã

CONTÉM LEVES SPOILERS

Garota adolescente que banca a detetive no colegial. A primeira vista, Veronica Mars tem de tudo para ser uma série teen descartável de midseason que não dura mais do que uma temporada. Para nossa felicidade, foi o contrário. Tendo início em junho de 2005, a série de Rob Thomas (Party Down) conquistou uma legião de fãs ao longo dos episódios. Mérito de seu criador e, é claro, de Kristen Bell, personagem-título e alma da série.

A trama se passava em Neptune, pequena cidade litorânea da California e mostrava os esforços de Veronica para desvendar os mistérios da cidade. Não, ela não era uma detetive profissional de carteirinha. Este era seu pai, Keith Mars (Enrico Colantoni), dono da Mars Investigations. Por ser menor de idade, Veronica não poderia tirar sua licença de detetive, logo, seu trabalho limitava-se a atender telefone no escritório. Keith até que tentava mantê-la longe de seu trabalho, mas a paixão de Veronica pela espionagem estava no sangue e, sempre que dava, a loirinha estava nas ruas correndo atrás de suas próprias pistas.

Os mistérios

Cada temporada conta com seu mistério principal,

como no início da série com a morte da melhor amiga de Veronica, Lily Kane (Amanda Seyfried). Porém, ao passo que busca desvendar os mistérios da família Kane, Veronica tenta solucionar os famosos “mistérios da semana”. E estes são muito variados. Tem o sumiço dos cachorros do bairro, a causa do aborto da filha de um líder religioso da cidade, o roubo de macacos de laboratórios e até famoso caso do garoto que tenta reencontrar sua alma gêmea que conheceu na Comic Con — sim, Veronica Mars é nerd ao ponto de citar Comic Con, Trekkers, Star Wars e cylons. Tudo em um único episódio!

Foram três temporadas de puro entretenimento, repleto de referências pop-nerd, participações especiais e um texto incrivelmente bem escrito. Se Aaron Sorkin é o nome quando se trata de textos engajados em discursos políticos, Rob Thomas é o cara por trás dos diálogos contemporâneos, cheio de gírias e vícios de linguagens, que enriquecem ainda mais o universo jovem e atual que a série tenta criar.

O Elenco

Além da incrivelmente talentosa Kristen Bell, a série contava com um elenco afinadíssimo e completamente em sincronia. Dos rostos conhecidos, temos Jason Dohring (Moonlight), Ryan Hansen (Party Down), Amanda Seyfried (Mamma Mia, Meninas Malvadas), Alyson Hannigan (How I Met Your Mother) e a eterna musa do Box, Lisa Rinna (Melrose Place), interpretando uma ex-atriz quarentona.

A série contou com algumas participações interessantes ao longo de suas três temporadas, como Paul Rudd (Eu Te Amo Cara), Michael Cera (Arrested Development), Leighton Meester (Gossip Girl), Jane Lynch (Party Down, Glee) e pasmem: Joss Whedon, o criador de Buffy, Angel, Firefly e Dollhouse.

Veronica e Keith

Um dos maiores feitos da série é a bela relação pai e filha que vemos pelos episódios. Seguindo o ditado “tal pai, tal filha”, ambos foram rejeitados pelos habitantes de Neptune. Ele, por ter perdido o cargo de xerife ao supostamente mal conduzir as investigações do assassinato de Lily Kane; ela, por ter transado com uma festa inteira no início do colegial sendo que, na verdade, ela havia sido dopada e estuprada pelos garotos da festa. Adiciona-se o fato da Mama Mars ter abandonado a família e temos os ingredientes perfeitos para a melhor relação pai e filha da televisão.

O final prematuro

Inicialmente, Veronica Mars era transmitida pela UPN. Mesmo com uma audiência mediana, a série conseguiu se manter firme e forte com a junção da emissora com a extinta TheWB. Porém, assim como Gilmore Girls, a série não durou mais do que um ano na nova casa (CW). A confiança de que a série ainda duraria por anos fica clara no episódio final, no qual, em momento algum, sentimos aquele clima de despedida, deixando claro que Rob Thomas não contava com um possível cancelamento de última hora por parte da emissora,

o que resultou em uma finale divisora de opiniões. “The Bitch is Back” foi um ótimo episódio para uma SEASON finale, mas estava longe de ser o SERIES finale que a série merecia.

Após o cancelamento, Rob Thomas chegou até a gravar um preview para uma possível quarta temporada, com a detetive no FBI, mas de nada valeu os esforços. O preview está presente no box da última temporada, mas pode ser facilmente encontrado no Youtube. Ao contrário de Friends, existe o interesse por parte do criador e do elenco em continuar a história nos cinemas. Resta apenas algum estúdio apostar na idéia de ter Veronica nas telonas.

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!