Vinte anos depois, a verdade continua lá fora

arquivox

“Esta história é baseada em fatos documentados.” Com esta frase, em 10 de setembro de 1993, começava o episódio Piloto de Arquivo X. Talvez naquele momento, o criador da série, Chris Carter, não soubesse, mas estava construindo um fenômeno.

Fenômeno este que começou com uma garota correndo desesperada por uma floresta, sendo envolvida por luzes brilhantes e muito vento, enquanto enxergava uma figura humanoide se aproximando. A luz é tão branca, que cega também o espectador. Em seguida, o corpo da garota é encontrado pela polícia local (de cidade bem pequena, claro!), sem sinais de violência, mas com marcas bem estranhas.

Corta para uma jovem de terninho, caminhando para o interior do quartel general do FBI, em Washington, bem longe do cadáver encontrado na floresta. A jovem é informada por seus superiores que, após dois anos de serviços prestados ao Bureau de Informação, ela seria designada para uma parceria com um agente especial precedido por sua reputação de desajustado e até um pouco maluco. Minutos depois, ela entrava no porão do prédio e dava de cara com um mural de fotos de OVINIs e um pôster onde se lia “Eu quero acreditar”. Assim se conheciam Dana Scully e Fox Mulder e começava uma história de mistério e conspiração pela qual estaríamos “abduzidos” por nove anos.

A divisão “Arquivo X” do FBI investigava casos não explicados, que pareciam envolver uma conspiração do governo norte-americano (ou de algo acima dela) de esconder a existência de vida fora da Terra. Em meio a isso, há diversas outras investigações sem aparente explicação, como fantasmas, monstros, fenômenos paranormais, abduções, possessão e etc.

Mulder e Scully eram a fé e o ceticismo, a vontade de acreditar e a incapacidade de acreditar. Um yin e yang, que davam o equilíbrio perfeito para tramas autênticas e que prendiam a atenção do público a cada episódio. Os protagonistas, até então praticamente desconhecidos, foram alçados à categoria de super astros. Dana Scully é considerada uma das mais importantes personagens femininas da televisão.

Durante o painel especial da Comic Con neste ano, atores e produtores falaram sobre esses assuntos e sobre as melhores lembranças de quase uma década de trabalho contínuo (que ainda foi estendida para dois filmes e um spin-off, Pistoleiros Solitários). Falaram também do fato da série ser de uma época antes da tecnologia avançada, como celulares e a internet como conhecemos hoje.

Tudo na série se tornou icônico, desde a abertura, com trilha sonora de Mark Snow, que era de causar arrepios e que hoje dá um nó na garganta — de nostalgia — dos fãs.

E temos ainda que lembrar de outros personagens clássicos da série: o diretor Skinner, o Canceroso, Garganta Profunda, Sr X, o Homem das Unhas Bem Feitas, Marita Covarrubias, Alex Krycek e muitos outros.

Do time de criativos roteiristas de Arquivo X, saíram nomes poderosos, que escreveram, dirigiram e produziram grandes sucessos da TV dos últimos dez anos: David Amann (Castle), Vince Gilligan (Breaking Bad), Howard Gordon (Awake, 24 e Homeland), Darin Morgan (Millennium e Fringe), Glen Morgan (Millennium), John Shiban (Supernatural, The Vampire Diaries e Breaking Bad) e Jim Wong (Millennium, The Event e American Horror Story).

Arquivo X foi a série que criou um culto ao oculto. Isso lá no começo dos anos 90, bem antes de Lost, muito antes de Fringe, quase duas décadas antes de American Horror Story. O mais intrigante é que muitos dos roteiros da série foram inspirados por eventos reais e lendas urbanas que até hoje circulam por aí, como homens com pele de lagarto, parasitas, chupacabras, abelhas assassinas, combustão espontânea, vampiros, aparições no espelho, rostos humanos na superfície de Marte e por aí vai…

Dá para acreditar que já faz vinte anos?

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER