20 frases do livro Mosquitolândia

Confira algumas das melhores frases presentes no livro Mosquitolândia.

Mosquitolândia, livro escrito pelo autor David Arnold e publicado no Brasil pela editora Intrínseca, nos conta a história da jovem Mim Malone. Após descobrir que sua mãe está internada em uma clínica, Mim resolve fugir de casa para encontrá-la. A garota embarca em uma viagem na qual viverá experiências que a fará ver a vida com outros olhos, além de encontrar o amor e amizades que levará para toda a vida.

Nós já indicamos essa leitura para vocês, e hoje resolvemos separar algumas das frases mais marcantes do livro, então vem com a gente conferir as melhores frases de Mosquitolândia!

Confira algumas das melhores frases presentes no livro Mosquitolândia.

“Escrevo para você com a maior das urgências. Escrevo sobre assuntos pesados e depressivos. Escrevo para ensinar e aprender, para expurgar e preencher. Escrevo para falar e escrevo para ouvir. Escrevo para contar a maldita verdade, Isa.” MALONE, Mary Iris

“Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” MALONE, Mary Iris

“Todo bom personagem, Isa, seja na página ou na tela, é multidimensional. Os mocinhos não são de todo bons, os vilões não são de todo maus, e não deveria existir qualquer personagem que seja apenas uma coisa ou outra.” MALONE, Mary Iris

“Mas talvez exista um pouco de preto e branco nas nossas escolhas. Nas minhas escolhas.” MALONE, Mary Iris

“Antes que uma dessas Mims metafísicas me cause problemas, ouça a voz da minha mãe ecoando em minha mente como um sino, o som da infância: ‘Afogue-o em gentilezas, Mary. Afogue-o pra valer’. Abro um sorriso inocente ao ouvir o sotaque britânico da minha mãe.” MALONE, Mary Iris

“A mil quilômetros de distância, sei que minha mãe está precisando de mim. É algo que sinto, e sinto com toda a força, com intensidade, com mais certeza do que já soube de qualquer outra coisa.” MALONE, Mary Iris

“Percorri o restante do caminho ao lado dela, em silêncio. Eu me lembro disso como se fosse ontem. Eu me lembro porque foi a última vez que demos a mão.” MALONE, Mary Iris

“Como um padre durante a confissão, Arlene não me olha nos olhos. Ela une as mãos no colo, olha para frente e espera que eu diga a verdade. Acabamos de nos conhecer, mas conceitos bobos como o tempo quase não importam quando lidamos com um espírito familiar.” MALONE, Mary Iris

“Meu reflexo na janela parece um fantasma, translúcido. Faço parte do Mar de Árvores, dessa paisagem borrada. — Todas as minhas pontas soltas — sussurro.” MALONE, Mary Iris

“Em alguns momentos eu, com toda certeza, cento e dez por cento, sem dúvida alguma, preciso rir de alguma coisa. Porque, se eu não rir, essa coisa vai me fazer enlouquecer de vez.” MALONE, Mary Iris

“Afundo de novo na poltrona, olho pela janela com o olho bom e não consigo deixar de sorrir de leve. Pela primeira vez em muito tempo, estou no lugar certo.” MALONE, Mary Iris

“Seguro a mão dela pela primeira vez desde aquele fatídico feriado, em algum ponto entre a rebeldia e a mediocridade. Chorando, olho pela janela, torcendo com todas as forças para que ela não diga o que sei que vai dizer.” MALONE, Mary Iris

“Sou uma coleção de esquisitices, um circo de neurônios e elétrons: meu coração é o dono do circo; minha alma, o trapezista, e o mundo, minha plateia. Parece estranho porque é estranho, e é estranho porque sou estranha.” MALONE, Mary Iris

“Acho que o que quero dizer é que aprendi a aceitar minha dor como uma amiga, seja lá qual forma ela assumir. Porque sei que é a única coisa que me diferencia da mais miserável das espécies: os genéricos.” MALONE, Mary Iris

“Sou Mary Iris Malone e estou vazia, sem droga nenhuma dentro de mim. Tudo o que restou é uma vontade louca de fugir.” MALONE, Mary Iris

“Às vezes, uma coisa só tem validade depois que é dita em voz alta.” MALONE, Mary Iris

“Seria fácil chafurdar no desespero, na derrota e na autopiedade, duvidar da minha capacidade e pensar várias outras coisas ruins a meu respeito, mas não vou fazer isso. Vou só escrever.” MALONE, Mary Iris

“Eu seria a Mim Renascida. Poderia recomeçar. Seria um belo recomeço.” MALONE, Mary Iris

“Minha mãe está aqui, neste lugar medonho. Mas não há Carls, Arlenes, Baleias Brancas, Karatê Kids, Walts fabulosos nem Beck Van Burens perfeitos para salvar o dia. Existe apenas nossa heroína, e, mais uma vez, ela está por conta própria.” MALONE, Mary Iris

“Saiba quem você é. Ame a si mesma. Seja uma boa amiga. Seja uma criança com esperança e substância. Seja uma criança com apetite, Isa. Você sabe o que eu quero dizer, não sabe? (Claro que sabe. Você é uma Malone.).” MALONE, Mary Iris

Gostou da nossa seleção? Sentiu que faltou alguma frase? Deixe pra gente nos comentários! Ah, e se tiverem sugestões de livros para colocarmos aqui na coluna, fiquem à vontade!

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!