5 músicas para relembrar Sex and The City

Do disco ao pop rock, escute as músicas que embalaram as emoções da comédia Sex and The City.

Um dos fatos que marcaram o mês foi o aniversário de 18 anos que conhecemos o quarteto da pesada Carrie, Samantha, Miranda e Charlotte.

De 6 de junho de 1998 a 22 de fevereiro de 2004, Sex and the City fez muita gente sofrer pelos amores que não deram certo, desejar aqueles maravilhosos Manolos Blaniks, rir de aventuras bem incomuns… e dançar ao som de hinos dos anos 80 e 90.

A Trilha Sonora de hoje elencou cinco canções que nos fazem relembrar os melhores momentos destas quatro amigas que encantaram não só Nova Iorque como o mundo.

Above the Clouds (Amber)

vamos começar com um ritmo bem dançante? Um dos episódios mais engraçados da série com certeza é Cock-a-Doodle-Do, que terminou com as meninas num churrasco com as vizinhas pra lá de barraqueiras de Samantha. Quando você colocar Above the Clouds, certamente vai te lembrar a cena final da terceira temporada — e das risadas que deu com esse episódio.

Doctor’s Orders (Carol Douglas)

Claro que dos melhores momentos, quase todos envolviam o quarteto junto, celebrando alguma coisa. Mesmo quando tinha uma ocasião especial para comemorar. No episódio Where There’s Smoke…, as amigas abriram a terceira temporada animadas ao som de Carol Douglas e sua Doctor’s Orders na pista de dança de uma boate em State Island, onde Carrie julgava um concurso de bombeiros. Como esquecer Charlotte perdendo as eiras na pista de dança?!

Bad Girls (Donna Summer)

Ainda em Where There’s Smoke…, Carrie, Miranda e Charlotte mostraram que entendem tudo de disco e mandaram ver ao som de Bad Girls. Antes de Britney Spears ensinar o mundo a dançar com a cobra, as meninas de Sex and The City deixavam a alegria fluir com suas mãos pro alto.

Got to be Real (Cheryl Lynn)

Um clássico desses não poderia deixar que acompanhar uma cena icônica de Sex and The City. A começar pelo título — o episódio se chama The Real Me — Got to be Real fez uma parceria ideal para a entrada de Carrie na passarela, e mesmo com um pequeno deslize, a Senhorita Bradshaw honrou Alcione e não deixou o samba morrer.

Breathe (Michelle Branch)

Carrie também nos apresentou um bom pop rock. Breathe, de Michelle Branch, encerrou o episódio The Catch, com a nossa escritora finalmente “respirando” despreocupada de seus relacionamentos, e depois de acompanhar Charlotte para seu segundo casamento, se jogou — literalmente — na aula de trapézio.

Moon River (Henry Mancini)

Eternizada no filme Bonequinha de Luxo, Moon River resume o casal Mr. Big e Carrie. Não, não é brega… É um clássico! E de quebra, ainda é a música que nos despediu de Sex and the City, Nova Iorque da Carrie, e todo seu romantismo.

Bateu uma saudade, não é? Agora, imagine se Carrie estivesse na telinha atualmente, qual seria sua playlist no Spotify? Sex and the City é uma paixão eterna, e mesmo que não esteja mais no ar (por favor, não inventem um terceiro filme) é sempre bom lembrar dessas quatro amigas que ensinaram muito sobre amor, sexo e companheirismo.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!