A decadência das séries e o vício

Tenho certeza de que muitos fãs estão empolgados com o retorno de Entourage, que estreou sua sétima temporada nos Estados Unidos semana passada. Talvez eles estejam genuinamente empolgados, mas eu aposto que alguns não estão completamente felizes. É fato que a série tem decaído há algumas temporadas, mas depois que você fez um investimento naqueles personagens, como desistir no meio do caminho? Bem, essa é uma pergunta difícil de ser respondida.

Entourage é apenas um dos muitos shows que caiu na categoria de Séries Que Nós Não Conseguimos Deixar De Ver Mesmo Que Elas Tenham Ido Pro Buraco. A maioria das séries parece que desanda ali pela sexta temporada e, uma vez que muitas delas estrearam em 2004, nós estamos começando a ver os primeiros sinais da idade em várias de nossas séries prediletas. Weeds desagradou muitos fãs com todo aquele enredo de Rei das Drogas mexicano; It’s Always Sunny in Philadelphia já perdeu o tom do politicamente incorreto, How I Met Your Mother vem arrastando seu enredo principal por tempo demais e The Office simplesmente não tem mais graça.

E as comédias não são as únicas. Dois dos dramas mais importantes da ABC, Grey’s Anatomy e Desperate Housewives, estão longe da força e criatividade de suas primeiras temporadas. Lost chegou ao fim na mesma toada, sendo bastante criticada e com episódios irregulares. 24 Horas foi outra que terminou quase de forma melancólica, mesmo que a segunda metade de sua última temporada tenha sido boa. Enquanto isso, a CW está segurando como pode dois de seus grandes sucessos, Smallville e One Tree Hill, mesmo que seus elencos originais tenham sido praticamente dizimados.

Apesar de tudo isso, o que vemos por aí são fãs ávidos por mais. Alguns até conseguem ver defeitos em sua série predileta, mas a maioria é cegada pelo amor e não perde um episódio sequer. Uma das explicações é exatamente o já mencionado investimento nos personagens. A gente convive com eles todas as semanas e acaba se apegando. É como se fizessem parte da família e ninguém abandona a família ou fica quieto quando falam mal dela, certo? Outro aspecto é a simples curiosidade. É difícil deixar uma história pela metade, sem saber como ela vai terminar, quais caminhos seguirão nossos personagens prediletos. E tem também a teimosia, né? Afinal, se eu já “aguentei” até aqui, não vai ser agora que vou desistir!

Eu admito que sou fã de muitas dessas séries — The Office, por exemplo — e que também não estou pronta para abandoná-las só porque elas não tem mais a qualidade de outrora. Mas é de se pensar até que ponto as emissoras vão se aproveitar dessa nossa fidelidade para continuar em seu comodismo de ganhar dinheiro fácil e não investir em ideias novas.

E aí, que série você sabe que não está tão boa, mas que simplesmente não consegue largar?

Sobre o Autor

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

The Handmaid's Tale voltou!!! O que rola de novo nesta temporada? Descubra mas SEM SPOILER!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!