A escola de vingança feita por Emily Thorne e Nina

Apesar das patinações que vem sofrendo na atual temporada, Revenge é um dos maiores sucessos da TV americana. Aqui na TV aberta brasileira (leia-se Rede Globo) tivemos uma certa similaridade com a saga de vingança de Emily Thorne.

Sim, me refiro a Avenida Brasil, a novela que tinha uma história de justiça e vingança liderada por sua heroína Nina. Apesar da mera semelhança entre a história principal das duas produções, tanto a série quanto a novela possuem pontos de referência distintos. Por conta disso, nada mais justo do que dedicar o espaço da coluna dessa semana para esses fenômenos que conquistaram o público.

Além disso, descobrir mais um pouco do que há por trás das histórias de vingança de Emily e Nina, ou melhor dizendo, a escola que elas fizeram para se tornar heroínas atípicas. E também para concluir de uma vez por todas que a história do brilhante João Emanuel Carneiro não foi totalmente baseado na obra de Mike Kelley.

Revenge Season 2 Thumb

Referências literárias

Nesse aspecto, a trama de Emily Thorne se aplica mais que a novela brasileira. O enredo central Revenge tem como base principal o clássico literário O Conde de Monte Cristo. A obra de Alexandre Dumas aborda a história de um marinheiro que foi preso injustamente e que fica amigo de um clérigo. Após a morte desse prisioneiro, o marinheiro escapa da prisão, assumindo a identidade do amigo e tomando posse de uma misteriosa fortuna, pronto para se vingar daqueles que o mandaram para atrás das grades.

Em Revenge, David Clarke é preso por ser acusado de sabotar um avião e, consequentemente, sua filha acaba indo parar em um reformatório. Anos depois, o rapaz morre e a pequena Amanda Clarke, já quase adulta, herda uma grande fortuna, que usa para vingar a morte do pai e honrar o seu nome. Para isso, a jovem troca de identidade com sua ex-companheira de quarto, Emily Thorne. Assim, com passar dos anos, a jovem já adulta volta para o lugar onde vivia com o pai para se vingar de seus inimigos.

Além disso, o começo da série tem uma enorme referência ao início da obra Cem Anos de Solidão, do autor Gabriel García Márquez. O que as duas têm em comum? A história de ambas começa com uma morte, e não se sabe como a pessoa morreu. O mistério continua durante boa parte da trama.

Em Avenida Brasil, não podemos esquecer as poucas referências ao clássico O Primo Basílio. Ela fica evidente quando Nina começa a chantagear Carminha para que ela revele a Tufão o envolvimento que a vilã matinha com Max. Na obra de Eça de Queiroz, a empregada Juliana começa a chantagear também sua patroa, Luciana, ao ser flagrada com o seu amante.

O autor João Emanuel Carneiro também se baseou nas obras de Nelson Rodrigues, Victor Hugo e Lima Barreto para construir a trama de apoio da novela, que se passava no fictício Divino, subúrbio do Rio de Janeiro.

kill carminha

Referências Cinematográficas

Nesse aspecto que as histórias se opõem em relação ao item acima. Em Revenge, por exemplo, tais referências ficam a cargo principalmente de Nolan Ross, braço direito de Emily. O personagem aproveita de várias situações para citar obras do cinema como Star Wars e America Way Of Life.

Há outras menções honrosas e, ao mesmo tempo, mais do mesmo. Um caso brilhante a ser mencionado é do vilão Tyler na primeira temporada da série. As atitudes e obsessões do rapaz lembram um pouco ao do Talentoso Ripley. Um exemplo não muito bom de se referir é o treinamento de Emily antes de voltar para o badalado Hamptons, pois o mesmo lembra uma mistura meio forçada de Karatê Kid com Batman Begins.

Já na novela, o autor decidiu investir mais a fundo em grandes títulos do cinema. Entre alguns que podemos mencionar estão O Iluminado, Laranja Mecânica, Pequena Miss Sunshine, Carrie A Estranha, Atração Fatal, e mais outros. É claro que não se pode deixar passar a grande referência a Kill Bill — Vol. 2, na inesquecível cena em que Nina é enterrada viva por Carminha, quando a megera descobre que a jovem é, na verdade, sua ex-enteada. A cena, que foi bem fiel a de quando Beatrix (Uma Thurman) é enterrada da mesma forma, rendeu a um dos momentos mais icônicos da trama.

revenge-av.brasil

Referências televisivas

É claro que as duas produções acabaram se baseando também em produções da TV. Revenge, por exemplo, segue uma narrativa ao estilo da saudosa One Tree Hill. Apesar dos estilos serem totalmente diferentes, as duas séries têm mórbida semelhança ao serem narradas por seus respectivos protagonistas.

Além disso, quem não identifica a série com a trama juvenil The OC? A riqueza exuberante dos habitantes de Hamptons, as festas, tudo lembra aos dos saudosos moradores de Orange County. Sem contar também semelhanças como Smallville. Sim, em Revenge o clã dos Grayson tem uma verdadeira instabilidade afetiva e uma luta sem fim por poder, onde um quer puxar o tapete do outro. Tais ações lembram os Luthors, o arranca rabo sem fim entre Lex e Lionel.

Em Avenida Brasil, uma das referências mais notáveis em relação a séries foi o “enterro” de Nina, quando após a heroína conseguir sair do buraco, ela parecia nitidamente a um zumbi de The Walking Dead. Fora isso, não podemos esquecer de referências de outras novelas. Um exemplo claro é a junção de duas das maiores vilãs da teledramaturgia para então o surgimento da terceira víbora. O autor aproveitou de diversos itens das maquiavélicas Nazaré Tedesco e Flora (sua criação), para construir a diabólica e cafona Carmen Lucia ou, eternamente na memória de todos, Carminha.

nina-emily

As duas produções são obras queridíssimas e ficarão marcadas na memórias dos telespectadores com o passar dos anos, principalmente com todas essas incríveis fontes de inspiração.

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER