A saga que deu origem a todas as sagas em Guerras Secretas — Parte 1 e 2

A primeira grande união dos Heróis Marvel acontece em Guerras Secretas, e tudo começou com uma linha de brinquedos…

Removidos da Terra por uma entidade de poderes imensuráveis, os maiores heróis e vilões do Universo Marvel devem entrar em conflito para realizar seus maiores desejos. Assim têm início Guerras Secretas.

A História

A saga que deu origem a todas as sagas, Guerras Secretas foi escrita pelo então editor-chefe da Marvel, Jim Shooter. E a ideia surgiu basicamente de uma jogada de marketing: a editora tinha uma linha de bonecos articulados sendo produzida pela Mattel, mas como explicar por que aqueles bonecos, daqueles personagens? A resposta: botar os heróis contra os vilões em outro planeta pelo destino do Universo.

Quando é lida hoje, talvez a história pareça datada, quase como se fosse mesmo alguém brincando com bonecos de super-heróis. As motivações dos personagens são mal exploradas, e o próprio responsável por tudo, a entidade onipotente Beyonder, simplesmente surge do nada e vai para lugar nenhum.

Guerras Secretas4

Mas isso não tira o brilho dos bons momentos de caracterização ao longo das 12 edições da série original. Magneto deixa de ser o vilão em preto-e-branco e mostra nuances que mudariam o rumo de sua história. A Vespa torna-se a mulher de fibra que lideraria os Vingadores por um longo tempo. Os X-Men precisam decidir se ficam ao lado dos heróis ou se permanecem marginalizados. Thor e Encantor encontram-se isolados, literalmente deuses entre os homens, e por aí vai…

Antes das megassagas tornarem-se eventos anuais — e algumas até foram mais do mesmo para falar a verdade, Guerras Secretas teve consequências por todo o Universo Marvel. O Homem-Aranha ganhou seu uniforme negro, que mais tarde se tornaria Venom. O Coisa volta a ser humano e é substituído no Quarteto Fantástico pela Mulher-Hulk. E nunca mais os quadrinhos de super-heróis foram os mesmos!

A Arte

Guerras Secretas5

Mike Zeck não tem seu nome muito reconhecido na história dos quadrinhos, mas tem em seu currículo marcos da Marvel, como A Última Caçada de Kraven e a minissérie original do Justiceiro. E o feito de cuidar sozinho do lápis da primeira megassaga dos quadrinhos não fica atrás. Afinal, desenhar desde o tradicional Capitão América até entidades cósmicas como Galactus e criar um mundo alienígena composto por pedaços de diversos planetas não é para qualquer um. E tudo isso é perfeitamente crível, nada estilizado. Clássica arte de HQs.

Edição

Guerras Secretas1

A editora Salvat dividiu a saga nos volumes 6 e 7 da Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel. O padrão de qualidade da capa e papel se mantêm. E, como está em duas edições, os extras também dobram! Além da biografia dos criadores e uma explicação das origens da saga, há uma galeria de capas, uma matéria sobre as repercussões das Guerras Secretas e até mesmo reproduções dos anúncios da linha de brinquedo na época.

Ah, e uma curiosidade: quando foi publicada no Brasil pela primeira vez, em 1984, a editora Abril antecipou a história, e a minissérie chegou às bancas meses na frente das revistas mensais da Marvel na cronologia. Então, eles simplesmente editaram e cortaram partes inteiras: Vampira ainda não tinha entrado para os X-Men e foi limada. O Professor Xavier ainda não tinha voltado a andar, fizeram como se fosse obra do Beyonder, e assim por diante… Coisas que jamais seriam possíveis hoje, na era dos spoilers na Internet!

Guerras Secretas2

[taq_review]

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Personagem afeminado de Cavaleiros do Zodíaco será mulher em remake da Netflix.

Confira o que achamos da versão ilustrada de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban em português.

Wanessa tá de clipe novo. E o clipe define o que "é ruim mas é bom".

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!