Ally McBeal: Compromising Position — S01E02

Hoje fui apresentado a uma palavra que me explica muitas atitudes, de muitas pessoas: O McBealismo! McBealismo é quando você acredita que amor, romance, casais dando certo e coisas do tipo podem existir. É uma espécie de superstição, só que ao invés de ser ligado a fatos misteriosos e renegados pela ciência, é ligado as coisinhas do croação.

Eu sei que isso parece post de menina mas, poxa, é um review sobre Ally McBeal — Uma das séries mais menininhas de todos os tempos! Por isso ature o nível mais alto de progesterona. Ele é imporante por aqui.

No segundo episódio da série a protagonista se vê envolvida em qum quadrângulo amoroso. O chefe da agência de advocacia em que ela trabalha a coloca numa espécie de encontro duplo as cegas. Ally até então só havia sido informada de que estaria em um jantar de negócios com o chefe e uma cliente, para depois saber que Whiper, a namorada mais velha do chefe, estaria junta.

O caso da vez é o de um dos sócios da firma, que foi processado por ter contratado os serviços de uma prostituta. E grande parte do episódio discute esse paralelo entre o homem e a mulher, da busca pelo sexo contra a busca pelo relacionamento. O caso é facilmente resolvido quando o juiz aceita dar ao réu algumas horas de trabalho voluntário.

Enquanto estava no jantar, Ally vai ao banheiro e encontra Whiper nos amaços com o cliente. O que fazer agora? Contar ou não ao chefe. Tentando resolver esse enigma, Ally recorre a sua secretária, que ainda lhe explica o motivo do juiz ter sido tão prático: há anos atrás, durante a despedida de solteiro de Billy (o ex de Ally) o juiz esteve presente, assim como uma prostituta. Ou seja, o juiz é a favor desse tipo de trabalho.

Ally fica aterrorizada. Como Billy teve uma prostituta em sua festa de solteiro. E não foi só isso. Billy realmente consumiu pelo serviço da moça. Aí Ally e toda a sua moral entra em crise. Aí sobe o assunto sexo x relacionamento.
É nisso que o McBealismo grita! Como a personagem pode crer em amor, se os homens parecem tão práticos quanto o sexo? Onde estaria a outra metade que tornaria possível ela acreditar que casais podem existir?

Ally topa sair com o cliente mais uma vez e ele a pergunta sobre o carater da firma, pois tinha ficado sabendo que um dos sócios tinha sido flagrado com uma prostituta. Ally não entende e acaba confessando ao cliente que o tinha visto beijar Whiper. Ao fim do encontro o cara ainda beija Ally.

Depois do estranho encontro ela decide que aquela não é um bom cliente para a firma, e tenta convencer se chefe. Só consegue quando confessa sobre o beijo que viu, e isso o deixa atordoado. Será que Ally havia acabado com todo o McBealismo do casal?

Entre as melhores cenas está a que Georgia convence Ally a dar em cima de um cara, se oferecendo para sexo casual. Só que o cara é amigo do irmão de Ally. São cenas assim, que fazem graça com um assunto que remete a boas discussões, que me encantam em uma série como Ally McBeal.

No final fica a lição de que todo mundo escorrega, e que todo mundo merece uma segunda chance. Por isso Ally marca um segundo encontro com o cliente!

Download: Ally McBeal: Compromising Position S01E02 (RMVB Legendado)

Sobre o Autor

Avatar

BOXPOP

Site especializado em cultura pop, fundado em agosto de 2007. Confira nossos podcasts, vídeos no youtube e posts em redes sociais. Interessados em contribuir como autor no site podem entrar em contato: contato@boxpop.com.br

Deixe um comentário

clique para comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

OUÇA O BOXCAST

VIDEOCAST

Lidio Mateus, o brazilian singer da internet, comenta todos os bafos e segredos de sua carreira.

Tem série nova na HBO e os bastidores dela foram recheados de TRETAS. A gente conta todas neste vídeo.

Esse é o filme que vai ganhar o Oscar de filme estrangeiro. Neste vídeo comentamos Parasite. Assista!

SEJA UM PADRINHO!

Contribua!

OUÇA ACABEI DE LER